quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

RITUAL DO CONSELHO CÁRMICO 31/12/2009

tela de G.Williams


O CONSELHO CÁRMICO É FORMADO POR SERES DE LUZ QUE AMPARAM A HUMANIDADE NESTES

MOMENTOS DE TRANSFORMAÇÃO.

SE REUNEM 4 VEZES AO ANO (no último dia de cada mês: março, junho, setembro e dezembro).

A PRESENÇA “EU SOU” DE TODAS AS PESSOAS ENCARNADAS SE ENCONTRAM COM ESTES SERES

PARA JUNTOS ESCOLHERMOS NOSSOS DESTINOS PARA OS PRÓXIMOS 3 MESES.



Todas as pessoas encarnadas, nesta noite, enquanto dormem, em corpo espiritual se encontram com os

Seres de Luz responsáveis por todas as formas de evolução no planeta e cada um ESCOLHE o que se

propõe a fazer nos próximos 3 meses.

Aproveite este dia para estabelecer seu compromisso interno com a sua Verdade e Força Vital,

projetando assim no mundo externo o potencial da sua alma: Felicidade, Harmonia, Saúde, Abundância,



RITUAL




Em um papel de seda (papel para pipa), escrever à lápis seu nome de solteiro (nome de batismo) e data de nascimento. Depois escrever a frase:

PEÇO PELA PAZ E CURA UNIVERSAL.

ENTÃO ESCREVER SEUS PEDIDOS AO CONSELHO CÁRMICO.

DOBRAR O PAPEL E FAZER UMA ORAÇÃO .

ENTÃO QUEIMAR PRIMEIRO UM PAPEL EM BRANCO, DEPOIS O SEU PAPEL ESCRITO E OUTRO EM BRANCO NO FINAL.

SE VÁRIAS PESSOAS VÃO PARTICIPAR DO RITUAL, QUEIMAR PRIMEIRO UM PAPEL EM BRANCO, DEPOIS TODOS OS ESCRITOS E POR ÚLTIMO OUTRO PAPEL EM BRANCO.

SUGERIMOS A PRECE:

“A GRANDE INVOCAÇÃO”
Do ponto de Luz na mente de Deus,
que flua Luz às mentes dos homens,
e que a Luz desça à Terra.
Do ponto de Amor no coração de Deus,
que flua amor ao coração dos homens,
que Cristo retorne à Terra.
Do centro onde a vontade de Deus é conhecida,
que o propósito guie as pequenas vontades dos homenS
propósito que os Mestres conhecem e servem.
Do centro a que chamamos a raça dos homens,
que se realize o plano de Amor e de Luz
e feche a porta onde se encontra o mal.
Que a Luz, o Amor e o Poder
restabeleçam o Plano Divino sobre a Terra
hoje e por toda a eternidade.
Amém.




Eu farei a oração que as Hierarquias ensinaram

ORAÇÃO DO ADVENTO DA NOVA RAÇA

Senhor que se cumpra o Advento da NOVA RAÇA
Que a humanidade possa expressar o SEU ARQUÉTIPO
Que a PALAVRA seja VIVA e CONSTRUA o SEU TEMPLO
Que se expanda em NÒS o SEU MISTÉRIO
E que se REVELE ao mundo a VERDADEIRA EXISTÊNCIA
Para que possamos nos reunir em TEU NOME e
GLORIFICAR A PERFEITA UNIDADE



FAZEM PARTE DO CONSELHO CÁRMICO:

Pórtia – Justiça e Oportunidade é Complemento do Mestre Saint Germain,

Mestra Nada - Amor Devocional e Gratidão,

Kwan Yin - Misericórdia e Compaixão,

Palas Athena - Verdade,

Elohim Vista - Ciência, Concentração e Cura,

Saithuru – Ser responsável pela próxima raça raiz a encarnar na humanidade,

Arcanjo Miguel – Fé, Proteção, Vontade Divina,

Irmãos Interdimensionais e Interplanetários – energia eletromagnética que facilita a manifestação de nossos sonhos.

Presença EU SOU de todos os Seres encarnados na Terra.



Durante o Ritual mantenha sua atenção no elemento fogo que purifica, transmuta e manifesta, pois são estes Seres que irão levar a freqüência de seus pedidos ao Conselho Cármico.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

O Vinho e a Árvore da Vida


obs:tela de gilbert williams "Introspector"

O ser apercebe-se que a parte mais preciosa dele mesmo, o próprio vinho da vida, de alguma forma, lhe é negado. O ser apercebe-se de que algo absolutamente crucial lhe escapa entre os dedos, e se ele tem a lucidez necessária, ele olha para o seu círculo de existência e é como se ele visse as migalhas dele próprio, como se o vinho cósmico que ele é, não conseguisse chegar aos seus próprios lábios e há esta imensa ambiguidade psicológica de um ser sentir que é muito, e simultaneamente, não conseguir beber directamente da fonte.
À medida que o pó se vai acumulando sobre os teus sapatos, vais criando uma enorme nostalgia de ti mesmo, uma saudade aguda de um olhar tão transparente que não há nome sobre a Terra capaz de o definir.
Ele vai caminhando e o pó do caminho vai-se acumulando sobre ele. Ele lembra-se desse olhar, dessa impecável cristalinidade inconsciente no qual o real se reflecte nele sem distorção. A realidade interior ou exterior estavam tão justapostas, que a imagem da cidade sagrada que está impressa no nosso coração, a imagem da cidade dourada e o próprio mundo à sua volta, devido à incrível cristalinidade do seu olhar, estavam justapostos.
A saudade de uma consciência telescopicamente poderosa, tanto na compreensão do que está em cima como na compaixão e no amor do que está em baixo. Ele lembra-se esses tempos, desse estado de consciência, do vinho que ele precisava para ele mesmo e que o coração era como uma ferida, uma vindima e uma fonte. Era uma vindima plena e uma fonte clara, cristalina. Nesses dias ele sabia porque Sabia.
Desde o âmago da consciência onde habita a pulsação do sagrado, no secreto, no silêncio, até aos vestígios de pólen nas suas impressões digitais, tudo estava saturado do mesmo vinho, tudo estava saturado da mesma loucura santificada. Existia um contínuo, um feixe neural de luz entre a experiência de ser e a de existir. Ser e existir estavam em paralelo, em fase. Isto é algo que tu sabes.
O centro psíquico de um ser, a zona onde nem os anjos nem os demónios podem entrar, a zona no ser humano que até os anjos reverenciam, esse sacrário em nós pulsa constantemente gerando uma curva na consciência, levando-a a refluir para dentro do cálice buscando embriagá-la com o vinho do ser, o êxtase que reside no centro do cálice.
Por mais que este pássaro colorido da nossa consciência busque visitar todas as Amazónias, o elástico Crístico do coração, constantemente, o traz de retorno a casa. A força atractora do íman dentro de ti, a cada viagem, te traz de novo a casa.
Estamos embriagados de nós mesmos e não damos por isso. Este coração, antes de ser amor no sentido projectivo da palavra, ele é êxtase. Eu necessito de encontrar o alinhamento, o aprumo, a rectificação, a paixão e a poesia energética capaz de destravar o gatilho do cobre do nosso próprio coração.
Este ser busca embriagar-se de si mesmo. Cada ser busca deixar de estar contido numa câmara oculta e permitir que o líquido mágico se espalhe por toda a sua psique. Cada ser é um sol, uma embriaguez, uma ciência e também um destino.
Estamos neste processo de descobrir, gradualmente, o que é que significa magnetismo cósmico. À medida que o trabalho espiritual se aprofunda, ele passa do nível da informação partilhada para o chamamento ao desvelar desse magnetismo.
Um grupo espiritual, a partir de um certo momento, ejecta-se a si próprio da fase da informação e entra na fase da revelação.
A revelação está relacionada com a transformação de cada ser num contentor do bem e do mal, do passado e do futuro, do consciente e do inconsciente, a transformação de um ser numa ampola capaz de aceitar o problema do mundo. Nós já compreendemos algumas fases desse problema: que temos uma tarefa; que fomos amorosamente deslocados para uma zona exótica da alma grupal da humanidade e ocupamos a situação de pioneiros; que somos multidimensionais; que não começamos nem terminamos.
A fase em que este trabalho vai entrar é a de revelação do ser magnético em cada um de nós. Eles vão retirar-nos do nível da informação e vão colocar-nos no nível da experiência directa da dor do mundo, do problema planetário, ou seja, o mundo vai ser colocado nas tuas mãos por holograma.
A única forma de um ser lidar com esta “pomba” é encontrar a forma do seu vinho correr. As forças que compõem a arquitectura da Terra, neste momento, são tão dialécticas, tão claras, tão definitivamente antagónicas entre si, que nós vamos precisar de um nível novo de magnetismo e de energia. Eles vão colocar o nosso coração em ligação directa com o íman cósmico, o chacra cardíaco de Alfa/Ómega.
Um ser magnético é um ser que reúne a maior parte da sua constelação psíquica em torno do coração. Talvez se possa continuar a chamar a isto Amor.
A amor tem um elemento mágico encantatório de concentração, foco, alinhamento, auto penetração no nosso próprio centro magnético. No entanto a nossa capacidade primeira é a de aprender a nos embriagarmos com a nossa própria ciência, mas esta é a embriaguez dos sábios.
O portal que liga a humanidade de superfície aos mundos internos, especificamente ao reino sacerdotal de Lis é, numa primeira fase, um portal magnético. Os nossos Irmãos dos universos paralelos, representam, em termos psicológicos, uma alta concentração em torno do íman no centro do ser. Há muitas gerações eles aprenderam a beber de si mesmos, a encontrar o caminho para a sua própria vinha, eles aprenderam a colher as suas próprias uvas, a pisá-las e a beber o elixir do coração.
Dizem-nos que, para que um ambiente espiritual possa ser tocado pelos mundos internos, necessita de um grau de vibração magnético ou de filiação ao íman cósmico.
O primeiro sinal de que estás a entrar em ressonância com esse atractor, é que observas uma grande parte da tua actividade interior centrar-se, à espera – como um caminhante no fim de uma grande jornada, como um místico que sente que alguém lhe acendeu a vela e no entanto ele vive sozinho –, em torno do seu próprio coração. O nível de irradiação do íman tem de aumentar.
Há 3 grandes escolas: a escola da ignorância da qual o indivíduo só sai quando tem consciência da sua ignorância, porque se ele não tem essa consciência não pode passar para a escola que vem a seguir; a escola preparatória e depois a escola avançada.
Estes 3 grandes degraus são portais entre a consciência da humanidade e o eixo Crístico universal.
A consciência da humanidade está mergulhada na escola da ignorância, e está certo.
A consciência ascensa dos 200 Mestres da Hierarquia são o final daquilo a que se pode chamar escola avançada.
O Egipto representava a escola avançada, a Grécia a escola preparatória. O continente indiano representava a escola preparatória e o Tibete a escola avançada.
A consciência é levada por um labirinto até estar completamente cheia de sede. Se ela não chega à condição de uma sede aguda, não encontra a saída do labirinto. O indivíduo não sai do labirinto enquanto não é atingido por uma sede que o toma por inteiro. Esta sede é arquetípica, ela é a condição que resulta da nossa sinceridade existencial.
Se o indivíduo está perante a vida de uma forma sincera e correcta e mantém esta postura, rapidamente esgota o labirinto. O labirinto perpetua-se através da nossa incrível capacidade de mentirmos a nós mesmos, de nos escondermos de nós próprios, de escaparmos à nossa própria voz, de sermos surdos em relação ao nosso próprio canto interno.
Deixa-te tomar pela sinceridade, pelo poder que o centro tem de ecoar em todas as camadas do ser. Não há como o indivíduo beber de si próprio sem esta sinceridade estrutural.
O primeiro passo para que eu sinta de facto as pérolas e os espinhos, é uma sinceridade parecida com uma espécie de pobreza, uma cristalinidade extraída de regiões míticas do nosso ser.
É extremamente difícil chegar a esta sinceridade dado o nível cosmético da nossa cultura. Se eu consigo esta sinceridade, então o meu coração é ferido pelo Cristo e eu posso começar a sangrar. De que é que serve amar intensamente se não somos sinceros o suficiente para nos deixarmos tomar por esse amor? Este problema não é um problema de amor, é um problema de transporte. Como permitir que o amor desça à 3ª dimensão?
Se um ser atinge essa condição de sinceridade, o olho divino vira-se para ele instantaneamente. A sinceridade é a loucura dos sentidos. Esta sinceridade reduz o labirinto existencial ao mínimo, o que equivale a dizer que, na proporção que um indivíduo mente a si próprio, o labirinto existencial amplifica--se e um dia ele descobre que está numa Nova Iorque interna. A dimensão da escola da ignorância depende exclusivamente da sinceridade de um ser. Em que nível e com que materiais é que ele é realmente um peregrino?
O indivíduo encontra a saída do labirinto quando diz para si próprio: “Este corpo tem dois relógios: um de mortalidade e um de imortalidade, eu não sei qual dos dois vai ser posto em movimento, se o que dispara as hormonas do envelhecimento e conduz à morte física, se o da imortalidade que faz com que a pineal despolete hormonas praticamente desconhecidas da humanidade”.
Quando o indivíduo se coloca para si mesmo utilizar o tempo que tem à sua frente para encontrar o vinho, para se deixar atrair pelo íman cósmico, para se tornar um ser magnético, quando ele diz para si próprio: “Eu aceito o meu próprio magnetismo cósmico. Eu aceito ser ferido pelo Cristo”, se ele consegue transformar isto em algo central mantendo a flexibilidade psicológica, o labirinto começa a desaparecer e a vida transforma-se. Essa é a colheita da sinceridade, eu saio da escola da ignorância e entro na escola preparatória.
A vocação do coração é reproduzir o som do grande sino no centro do Universo. As fraternidades Melkizedeque, as universidades cósmicas, os grandes atractores, os avatares de Vishnu, aquele que ama com uma consciência estelar, tudo isto são expressões em torno do íman cósmico, do coração do Pai.
A vocação do nosso coração é vibrar como um filho, é tornar-se, de alguma forma, uma rosa mística e é libertar o seu perfume. Essa vocação implica a geração de um campo electromagnético que sai do coração com dois pólos e que vai incluindo todos os seres à nossa volta. Feliz daquele que algum dia se encontra na condição de não ter a mínima noção de quem é que ama. Implica incluir o deus que está no centro de todas as coisas.
A escola preparatória diz, que depois de saíres da escola da ignorância, primeiro tens que encontrar o centro de ti próprio unir-se ao seu centro psíquico.
Eu saio da escola da ignorância para aprender a amar-me a mim mesmo praticando quietude, preciso de me estabilizar como um pássaro deixando-me voar. Eu tenho uma total fé no poder do meu centro de surpreender e encantar a parte externa de mim mesmo.
Amar-se a si próprio significa encontrar o centro do ser que é aquilo em ti que permanece enquanto tudo o mais muda. É a permanência na alterância. Isso é a escola preparatória.
O que é a transmutação da mente e do emocional?
As pessoas sempre que falam em Karma é Karma negativo, raramente pensam em Karma positivo. Dentro de nós existe algo comparável a um vaso alquímico que é constantemente aquecido por um fogo. Sempre que a minha mente e as minhas emoções geram algo descontrolado, a tendência é esse material ficar a andar à volta. Tu podes expulsar aquilo, mas muita coisa que vem do meio ambiente fica a andar à volta naquilo a que se pode chamar o campo ambiental em torno de ti, à espera da oportunidade para voltar a entrar. Estou a falar de formas pensamento e de algo que eu desconfio que não me leva para uma maior consciência de mim.
Todo o material que te divide em dois, que fortalece a cortina entre consciente e inconsciente no qual está a mónada, o eu superior, etc. e o material que faz circular a energia entre os centros internos e externos de ti mesmo, devia ser amado.
Quando uma solicitação insistente do teu vital, do teu mental superficial, do teu emocional, te obriga a enviar para esse forno alquímico esses materiais que queres rejeitar, eles ficam em vaso fechado dentro do forno e calcificam. Eles são transformados, de algo que te incomodava, numa pedra preciosa desde que consigas levar isso para esse forno dentro de ti, aquilo vai ganhando outra natureza. É uma transformação completa. É aquilo a que Jesus chamava “tesouros no céu”.
Nesta escola preparatória somos convidados a amar o próprio centro do ser. Como é que se faz isso? Sentando-se e esperando que o centro do ser dê o seu sinal e, VIBRAR GRATIDÃO. Sentar e colocar a mão direita sobre o coração. Nós temos que dar à luz o nosso próprio coração. Cultivar o foco em torno do cardíaco porque assim como o indivíduo não sai da escola da ignorância se não encontrar a lei da sinceridade, ele não permanece nem sai da escola preparatória enquanto não criar o foco no centro do ser. Esse foco traz-te o coração do lado de lá da cortina para a superfície, só depois disso entras na escola avançada e passas, de teres encontrado o deus no centro de ti, para encontrares o deus no centro de todas as coisas – “amai-vos uns aos outros como a vós mesmos”. O indivíduo tem que encontrar uma disciplina do coração e, automaticamente, o amor transpira nele.
O que a escola preparatória diz é: “Primeiro conhece a tua chama. Primeiro torna-te digno de te amares a ti próprio” de forma que, quando um irmão te incomoda, aquele que vive em busca do seu próprio coração, tudo o que ele tem a fazer é reconhecer este irmão, que ainda não conseguiu fazer aquela extracção do coração da superfície, mas tu permaneces fiel ao centro do teu ser. Perdoar é compreender que o projecto do outro está numa fase, não no fim.
Primeiro tenho que cuidar da sinceridade, a seguir concentrar-me no meu ser psíquico, na imaculada vibração do tórax.
É completamente legítimo que um indivíduo que vem de uma sociedade cinzenta quando encontra o mundo da sabedoria e lhe é dito que, primeiro encontrará um tesouro no coração e esse tesouro é ele, que aceite a cristalinidade da nova consciência, que aceite o esvaziamento da piscina astral e a reentrada da nova água, que aceite a regeneração do envelope electromagnético. Que aceite a mutação. Se o indivíduo entra em contacto com esta escola preparatória, fica fascinado e com demasiada consciência de si durante o acto de se amar.
Este processo de ligar ao centro e extrair o coração do lado de lá da cortina psíquica para o lado de cá fazendo que o coração nasça no cardíaco, vai romper claramente – 2ª iniciação, Baptismo. Esse amor que sai de ti espontaneamente é energia Crística e só acontece porque a 2ª iniciação se consumou.
A cada iniciação a consciência é admitida num novo patamar da Hierarquia.
A 1ª iniciação – Nascimento – é quando o indivíduo descobre, de uma forma indelével e sem retrocesso, que há um caminho. Atinge principalmente o corpo físico etérico, certos alimentos saltam fora da sua órbita, sem esforço. Na 1ª iniciação 25% do elemental do corpo, do eu básico, passa a ser parte da vida da alma.
Na 2ª iniciação 25% do astral passa a ser tomado pela vida da alma. Chama-se iniciação porque, definitivamente, a alma penetrou a rede electromagnética do corpo e está-lhe introduzindo a sua vibração. Abre-se uma passagem entre o amor que ele sabe que é e o amor que circula nele. As pessoas estão cheias de Amor porque é que elas não O conseguem dar umas às outras?
Na 2ª iniciação o coração começa a atravessar a cortina, a vir ao de cima e não é preciso pressa nem ansiedade. Se tu forças o trabalho espiritual é porque há algo correspondente no nível psicológico de que tu estás a fugir.
Ex.: Se eu forço o amor Crístico é porque eu ainda preciso de ter 4 ou 5 amantes no plano psicológico para me saciar a nível humano. Como eu não assumo essa experiência nesse nível, eu passo para o nível do amor espiritual e eu forço, e faço aquilo combinado com uma vibração astral/emocional e o meu coração, que é a jóia, retrai-se. Todo o Eros negado transforma-se em excesso emocional no plano espiritual. Toda a experiência humana legítima que não é vivida serenamente, no seu próprio plano, é transplantado para o inconsciente e vai-se manifestar sob a forma de uma fixação infantil em torno: da ideia do amor que impede o Amor de circular; da ideia da autoridade espiritual que impede o verdadeiro poder espiritual emergir e se manifestar; da ideia do mágico e do extraordinário que impede os irmãos, realmente, procurarem o mágico e o extraordinário.
Madame Blavatski começou a ter problemas porque o Mestre Morya, sistematicamente, aparecia (materializava-se) para tomar o pequeno almoço com ela. Isto só é possível fazer porque Blavatski estava completamente madura no Serviço. Implica que eu não transplantei preenchimentos legítimos e nobres no nível humano para a arena das coisas espirituais. Eu aceitei viver o que é de César e o que é de Cristo em compartimentos distintos.
Quando estás na escola preparatória os Mestres observam se realmente estás a fazer o trabalho de amar o centro do teu ser, a câmara etérica onde vibra a chama. À medida que contactas o campo magnético superior, à medida que o íman cósmico irradia dentro de ti, tu entras na escola avançada. Tu saíste do estágio de atravessar o corredor psíquico que liga a superfície do coração ao profundo, saíste por cima.
Na escola avançada é dito: “elevar-se do centro de si mesmo ao centro das coisas”.
Na escola preparatória encontrar o centro de si mesmo e perseverar unindo-se ao seu ser psíquico.
Quando temos um Derviche dançando, o que ele está fazendo é expulsando a matriz de controle do seu próprio campo magnético.
No caso dos Derviche o coração toma o ponto central, a cabeça é abandonada ligeiramente para trás. Ao rodar sobre si próprio a coluna de cristal começa a acender (coluna de cristal capaz de trazer a informação de Orion para dentro do corpo, encostando-se, activando a espinal medula) assim como o coração, e ele começa a brilhar. Ele gira em torno do seu próprio eixo, é a escola preparatória. Os mais avançados perdem o invólucro que constitui a consciência de si e entram na escola avançada.

A escola avançada é acerca da tua consciência ser ligada à Árvore da Vida.
A escola preparatória é acerca da consciência exterior ser ligada à consciência interior.

Na escola preparatória a tua consciência adentra-se, adentra-se, e quanto mais para dentro mais o exterior brilha. Depois da lei da sinceridade eu entro na lei do foco ao coração. Isto é altamente afim com o processo psicológico da Individuação. Isto é, eu estou-me a encontrar pelo caminho como um artista, um pensador, um estilista, um amante, um pai, etc.. As minhas qualidades brilham. É essa centelha que está à espera de ser reconhecida e tomar conta da palha psicológica que nós somos.
Há um momento em que a consciência escapa ao próprio invólucro individual e é quando tu descobres, gradualmente, que normalmente não há centelha, de que a mónada é uma ilusão que a mónada tenta ultrapassar. A tua mónada não é um núcleo é uma onda daqui até Orion. A tua mónada é uma permanência ao longo da Árvore da Vida. É uma ramificação da própria Árvore da Vida. É uma corrente daqui até ao Pai e do Pai até aqui, sempre – 6ª dimensão.
Na escola avançada tu descobres o que Jesus disse: “o filho do homem não tem onde descansar a cabeça”.
A tua mónada é um fluxo circular ao longo da Árvore da Vida. E, quando tu descobres que não há mónada, entras num nível avatar.
A escola avançada pega num ser que encontrou a vibração sagrada dentro de si, começa a ajudá-lo a compreender que não é um ponto mas um rio. Quando ele descobre que é parte da grande corrente descobre o centro de todas as coisas. Há um rio que és tu e toda a nossa necessidade de paixão é uma sede desse vinho que não está longe, ele está na vinha plantada no centro do teu coração, mas a chave para a vinha é uma atenção sincera à entrada da vinha. A cada dia que passa eu posso escolher estar atento à entrada da vinha ou ir buscar o vinho a outros cálices.
Este vinho é a mais elegante felicidade humana porque é uma combinação de paixão com ciência, com poesia. Há algum cientista que depois de ter compreendido em profundidade parte da natureza do Universo que não comece a fazer poesia? O indivíduo precisa de se calibrar para receber o seu vinho, sem esforço. É uma paixão!
À medida que vais bebendo esse vinho vais-te fundindo com o teu próprio centro, um dia ele dispara e tu dissolves-te na Árvore da Vida.
A Árvore da Vida são os “pipelines” de vida que ligam os reinos evolutivos aos reinos divinos. Partem do grande trono no centro da Galáxia e espalham-se por ramificações ao longo da estrutura gravitacional da Galáxia que permitem, com grandes braços, sustentar planetas e sistemas. Estes grandes “pipelines” fazem circular fogo branco e estão no plano astral cósmico. Um dia a tua mónada é liberta depois de assimilar a tua personalidade e obtém permissão para sair da praia cósmica para o oceano cósmico.
A nossa mónada está na praia cósmica brincando com a conchinha da personalidade. Quando terminar esse processo, ela vira-se para o oceano cósmico e salta, nesse momento ela descobre que não era um núcleo mas todo o oceano. Ela já é isso mas a nossa consciência não o pode registar.
Quando a mónada sai do 6º plano – monádico – atravessa o plano divino, e entra no astral cósmico e dissolve-se. Nesse contexto diz-se que o ser entrou, gradualmente, na escola avançada.
Estamos a falar de 3 grandes capítulos da evolução do Homem.
Escola da ignorância onde grande parte de nós tem estado.
Escola preparatória na qual o indivíduo descobre a imaculada vibração do centro de si e presta reverência a essa vibração sem se ocupar excessivamente dos outros.
Feito esse trabalho de extrair o coração pela superfície, o túnel interno para o oceano cósmico começa-se a abrir, então, tu passas de príncipe do espaço para o rei da sabedoria universal.
Actualmente as escolas preparatórias são, principalmente, os grupos espirituais e os ambientes espirituais de qualidade. A partir do momento em que começas a fazer o “Trabalho” tanto tu como o grupo onde tu estás tem oportunidade de fazer contacto com as fraternidades e as irmandades cósmicas, hoje, elas são as representantes das escolas avançadas para nós.
Um segundo de verdadeira experiência de si (bem aventurança) cura em profundidade décadas de desilusão e amargor.

Tu poderes caminhar um pouco na colina, ao entardecer, os protocolos energéticos que te ligam à matriz de controle serem aliviados pela alta concentração da psique e tu poderes saborear de ti mesmo esta eucaristia interna, limpa décadas de escola de ignorância.

Para mim é uma honra e uma oportunidade sagrada poder-vos falar nisto e poder sentir a vossa resposta e é um grande privilégio poder trabalhar com um grupo de pessoas que está progressivamente a alinhar-se com Órion.


Transcrição de Alice Jorge

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Convite à "MEDITAÇÃO"






Tela de Gilbert Williams
"Resurrection"
trad."Ressurreição"

sábado, 26 de dezembro de 2009

Gilbert Williams


PINTOR VISIONÁRIO
Infelizmente não sei inglês, mas vou tentar explicar uma coisa.
Este pintor Gilbert Williams faz parte de uma série de pintores atuais que pintam uma arte toda especial,e eu vou postar algumas por aqui mas com a intenção de quem olhar e se sentir tocado possa meditar através de uma visualização tão bela.
BOM PROVEITO!


nome da obra "Paradise Goddess" tradução "Paradise" Deusa

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

PENSAMENTOS!!!!


Vives para a eternidade; então, busca o que o tempo não destrói e o que não pode ser roubado.

Trigueirinho

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

FELIZ NATAL................

Recados para Orkut

RecadosAnimados.com - Recados para Comentários


E O MEU DESEJO A TODOS QUE ACESSAM AQUI ESTA SIMPLES PÁGINA
QUE LUZES PREENCHAM SEUS CORAÇÕES.
É MEU DESEJO PARA AGORA,
HOJE,
E PARA SEMPRE


marli mendonça
(nesta vida)

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

COP 15






Comentário feito por uma pessoa ao COP 15....




A coisa mais ardilosa de todas é verificar a crítica sem fazer o dever de casa,
consumo sem necessidade,
reciclagem ausente,
apoio à causas nobres deficiente,
abandono... mas não das futilidades,
compaixão familiar muito superficial e o
cotidiano pouco aproveitado para a prática da teoria geral.
Essa cousa/causa de acreditar que o poder de mundança está nas mãos de pessoas que mal conseguem administrar a si mesmos, pessoas cujas assessorias cuidam até do que é íntimo,
é gostar do tal " me ilude que eu gosto"..
Não há saída.
O Presidente Obama foi realista, como é que os governos vão adotar medidas
que suas populações rejeitam, por exemplo, como vai tirar o uso excessivo de automóveis quando cada pessoa quer ter o seu próprio carro, exemplo de individualismo mórbido e fatal.
Cada um quer ter sua TV, seu computador, usar produtos alimentícios prontos para, no máximo,
ter que descartar a embalagem...
O que mais???
Dá para ficar demonstrando isso para sempre.
Nós não conseguimos sequer educar as crianças para não jogar lixo na rua.
E ter a ilusão de que temos poder de salvar o planeta!!!!!!!!!
Nós??? Uma colônia de vírus infecciosa e sujenta????
Com certeza é como seremos tratados, uma infecção da qual a Terra deverá
se livrar brevemente.




poucas pessoas tem coragem de serem realmente honestas.
parabéns "Iria"

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

REPASSANDO............



Recebi este email de uma colaboradora do grupo virtual "multilistalivre@yahoogrupos.com.br"

OLHA SÓ ISSO!


Amigos da rede aquariana vou partilhar com vocês a conversa no messenger de uma amiga de Portugal para vocês sentirem que a coisa esta comezando a ficar quente.

Ilidia Elisa diz:

Eh...amiga!

Há qto tempo!!!

Nice diz:

Olá tudo bem consigo?

Ilidia Elisa diz:

sim e consigo

hoje estou a sentir uma gripezinha querendo pegar

Nice diz:

Ai, ai...

Ilidia Elisa diz:

esta noite com o sismo corri quentinha lá para fora e agora...

Nice diz:

Que sismo?! Aqui em Portugal

Ilidia Elisa diz:

pois

vc nao soube?

Nice diz:

A que horas?

Não

Ilidia Elisa diz:

de madrugada começou a dar sinal pelameia noite, e abalou mesmo às 1.37

a 100kms de cabo de s.vicente

Nice diz:

Foi forte?

Ilidia Elisa diz:

foi!

Sentiu-se no Norte do país

escala 6 de richter!

e depois foram replicas umas atras das outras

eu senti mais 5

de manhã nas noticias disseram q houve 16 replicas

Nice diz:

Não ouvi nenhum comentário, nem vi a D. Armandina hoje, senão ela teria falado algo a respeito

Ilidia Elisa diz:

todos os jornais, telejornais falaram...

Nice diz:

Não vi TV, nem rádio

Ainda bem que eu dormi

Ilidia Elisa diz:

sim

pq eu aqui sozinha1

o que me valeu foi estar com a Andrea no msn

e uma amiga de ermesinde

Nice diz:

Foi só que saiu de casa ou os outros moradores também saíram?

Ilidia Elisa diz:

qdo gritei q minha cama estava a abanar, a minha amiga confirmou tb terem sentido em casa delas

os outros deviam estar a dormir forte e feio

Nice diz:

Como eui, rs, rs,rs..

Nice diz:

Então deve ter havido muito ruído dos objetos e aquêle ruído estranho, que deve ser subterrâneo

Ilidia Elisa diz:

deve

mas o mais lindo,foi q qdo sai

vi no ceu um montao de estrelas se deslocarem

para mim, eram naves, só podia

só comentei com a Andrea

foi lindo de se ver

Nice diz:

Na 1ª vez que vim a Portugal, ficamos por aqui uns 4 anos, pois aí é que se resolveu comprar terreno e iniciar a casa. Houve um tremor de terra numa noite, creio que em fevereiro, foi de assustar, mas por aqui foi só isso

Ilidia Elisa diz:

de 1969?

Nice diz:

Com toda a certeza

Ainda bem que pôde presenciar esse acontecimento das naves!

Sim, acho que foi em 69

Bem, eu devia estar por aí passeando, enquanto dormia, pra ver se pegava boléia em alguma nave...

Ilidia Elisa diz:

pois...e talvez tenha até pegado!

Nice diz:

Se peguei, não me lembro de nadinha!

Ilidia Elisa diz:

Rs, rs, rs

Nice diz:

Você soube se houve alguma coisa nos Açores?

Ilidia Elisa diz:

acho q nao

Nice diz:

Pois é, nas msgs tem avisado que vai haver muita coisa

Ilidia Elisa diz:

pois é

Nice diz:

Você viu essas "estrelas" se deslocarem em outras ocasiões? Ou foi só ontem, quando houve o tremor de terra?

Ilidia Elisa diz:

nao desta forma

foi só ontem

já vi uma ou outra isoladas

mas ontem eram muitas

Nice diz:

Penso que significa que nossos amigos estão bem atentos, pra ver o que acontecia, talvez, quem sabe, pra nos ajudar

Ilidia Elisa diz:

sim

Nice diz:

Que SORTE eu estar dormindo!

Ilidia Elisa diz:

mas nao houve estragos

Nice diz:

Amanhã vou perguntar a D. Armandina se ela sentiu

Daqui a pouco vou pra piscina, vou ver se ouço algum comentário a respeito. Será que também houve aqui nesta zona? Geralmente, quando acontece no Porto, sente-se aqui também

Ilidia Elisa diz:

tenho uma amiga de ermasinde q sentiu

Nice diz:

Desculpe, mas onde fica Ermesine?

Ermesinde

Ilidia Elisa diz:

aqui a uns 5 kms

Nice diz:

Então é pertinho do Porto?

Ilidia Elisa diz:

sim

Nice diz:

Ilídia, foi bom podermos conversar, mas agora vou ter de desligar, pra ir prá piscina.

Ilidia Elisa diz:

Nice diz:

Cuide-se para a gripe não pegar

Ilidia Elisa diz:

pena vc nao vir á festinha de natal no sabado

faz tempo q a gente nao se encontra

Nice diz:

Quando é que a Andreia vem?

Ilidia Elisa diz:

26 de janeiro

Nice diz:

Então, se não fôr antes, vamos nos encontrar nessa época. Olhe, não vá fugir em alguma nave, hein?

Ilidia Elisa diz:

nao

nao fujo!

boas braçadas

e até breve

Nice diz:

Obrigada e até breve! Um beijo bem grandão no seu coração!

Ilidia Elisa diz:

outro para si!

Bjos

VOCÊ PODE CURAR SUA VIDA




O PODER DOS MANTRAS


Mantra Finalidade
AOM Cristaliza o que se desejou, é o
nosso Amén.
Conjunto poderoso de mantras
para se atrair
AOM−TAT−SAT − TAM − PAM − PAZ a força curativa do Sol. São os
mantras do
Arcanjo Michael.
Abre a atomosfera astral para a
manifestação
HAGIOS dos Mestres, possibilitando maior
contato com
eles.
ANTIA − DAUNA − SASTASA Poderoso mantra de invocação dos
Mestres
Ascensionados. Deve ser cantado.
OM...HUM... Melhora nossa meditação e interiorização.

JEÚ... Amplia nossa atenção e
auto−observação.
RAOM − GAOM Ajuda−nos a recordarmos nossos
sonhos.
MORFEU Controlamos nossas Viagens
Oníricas.
GU − RU... Cura o fígado.
HELION − MELION – TETRAGRAMATON Fecha nossa Aura. Para Defesa
Psíquica.
BHUR Cura nosso Baço.
M... Fortalece e cura a próstata ou o
útero.
KRIM... Cura o estômago, congestões,
úlceras etc...
EGIPTO... Cura o fígado e auxilia nas
viagens astrais.
EFTAH... Cura as cordas vocais e tiróide.
OMNIS − HAUM − INTIMO... Atrai as forças superiores do Pai
Interno (nosso Espírito).

OM − MANI − PADME − HUM... Outro mantra de nosso Íntimo.
IN...EN... Atraem as forças curativas do
Espírito Santo.
JAORI Sagrado mantra da Ave de
Minerva, que
realiza qualquer meta desejada.
Direciona
nossos fogos interiores para a
realização do pedido.
I... Direciona a energia vital para o
cérebro.
E... Dirige a energia para a garganta.
O... Cura e fortalece o coração.
U... Fortalece as funções digestivas.
A... Cura os pulmões e limpa o
sangue
S... M... HAN... Cura do corpo mental
ONOS AGNES Dor de dentes

OMNIS − BAUN − IGNEOS Médicos Maias
MANGÜELE – MANGÜELA Raio positivo da Lua, Raio Asteca
SENOSSAN − GORORA − GOBER − DON Mantra mágico de um Deus dos
Oceanos
ADONAI Mantra lunar curativo
ABRAXAS Cura pelos Seres do Fogo

Mantras de transmutação

INRI...ENRE...ONRO...UNRU...ANRA... (seqüência de mantras que
desperta os
principais chacras)
ARIO (mantra da constelação de
Aquário)
IAO... (nome gnóstico de Deus;
equilibra e
direciona)
TORN... (mantra transmutador de
Escorpião)
SSS... (transmuta, purifica e
protege a Aura)

Mantras das Igrejas Elementais
PEMA Raio dos Elementais das
Mangueiras
OMA Eucaliptos
AFIRAS Figueira
BHAGWAN Cânhamo
MMM Aloés
LIBIB − LENONINAS − LENONON Pita
TISSANDO Jacarandá Mimoso
AN Pinheiro
KAM Saia Branca, Floripôndio
SSS Cana de Bambu
KA Aboboreira
INVIA Olho de Boi, Olho de
Cabra
ALUMINO Olíbano, Incenso de Igreja
INRI Nogueira
URU Pata de Vaca
PANDERA Palmeira Real
A − KUMO Laranjeira
EGO − O − A − VAGO Romãzeira
EBNICO − ABNICAR− ON Macieira
PADORIA Cajueiro
PARILHA Sassafrás

MOUD − MUUD − HAMMACA Acácia
KEM − LEM Zimbro
RAOM−GAOM Hortelã
Prática:
Se possível, escolha o galho ou de preferência a fruta de um dos vegetais
acima citados, de preferência a romã. Coloque em sua mão direita essa fruta
e vocalize por alguns minutos o mantra correspondente ao Raio Elemental a
ser trabalhado. Em seguida, entre em meditação, pedindo a seu Pai Interno
que leve você à “Igreja” onde vivem os elementais dessa planta(como a do
romãzeiro, por exemplo). Tenha certeza que suas sinceras preces serão
ouvidas, agora ou nos dias vindouros. Paralelamente a esse Ritual, vocalize
um dos mantras de Transmutação(como o ARIO).

mantras retirado do livro

"Magia Elemental"

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

O Mistério de Sírius

(localização)






( sua arquitetura)






(sua arte)






(dogons)





O pesquisador americano Robert K. G. Temple, especialista em sânscrito da Universidade da Pensilvânia, em
Filadélfìa, publicou um livro tão complicado quanto fascinante: The Sirius Mystery (0 Mistério de
Sírius). Nesse livro, ele defende a tese de que o planeta Terra foi no passado visitado pelos habitantes de Sírius.

"Quando comecei a trabalhar, aprofundando- me no assunto, essa questão já fora postulada nas tradições de
uma tribo africana, os dogons , que vivem no Mali, região do antigo Sudão francês. Os dogons possuíam dados tão
incríveis a respeito da estrela Sírius que me senti forçado a examinar as infórmações deles. Sete anos mais tarde,
em 1947, consegui provar que os dados dos dogons têm mais de 5 mil anos de idade, fazendo parte também do
conhecimento dos egípcios nos tempos pré-dinásticos. Também provei que os dogons descendem cultural e
biologicamente daqueles egípcios".

De acordo com a doutrina secreta desta tribo, nosso mundo terrestre surgiu da Constelação de Sírius. Não de
Sírius propriamente dita, mas de uma estrela pequena e branca, próxima dela. De acordo com os sábios dogons,
essa estrela é a menor de todo o cosmos, e também a mais pesada. Eles acreditam que a terra ali consiste em algo
chamado por eles de sagolu, que significá ao mesmo tempo terra podre e metal. Essa substância brilha um pouco
mais que o ferro, e é tão imensamente pesada que um grão dessa matéria tem o rnesmo peso de 480 burros
carregados de trigo.

Dessa estrela, flutuando em um ovo dourado, veio Amma, que criou a Terra. Mais tarde, Amma mandou os
nommos para nosso mundo. Nommos são seres anfíbios, capazes de movimentar-se na água ou na terra, e são
chamados "mestres". Eles chegaran em uma espaçonave cuja descrição lembra muito as descrições atuais dos
UFOs.

Para os dogons, a estrela mais importante dos céus é a pequena estrela perto de Sírius, de onde vieram seus deuses
Amma e os nommos. Eles a chamam Po Tolá . Po é o nome de um grão de cereal oriundo da nascente o rio
Niger e que possui um peso muito grande em relação ao seu tamanho; Tolo quer dizer estrela.

Tudo isso já seria bastante inte-ressante, não fossem os demais atributos de Po Tolo, que são simpIesmente
estonteantes.

1 - Existe realmente uma estrela desse tipo na Constelação de Sírius, chamada de Sírius B pelos
astronomos.

2 - Ela pertence à categoria das estrelas anãs --- estrelas implodidas --- descoberta por Clark em 1862,
não através de observações diretas, mas por meio de cálculos matemáticos .

3 - Sírius B, o Po Tolo dos dogons, é 1000 vezes menos luminosa do que Sirius A ; e sua massa é 36 mil
vezes mais pesada que a do Sol e 50 mil vezes mais densa do que a água . Seu diâmetro é de 39 miÌ qüilometros ,
mas ela contém a mesma quantidade de matéria que uma estrela normal com um diâmetro de 1.296.000 km.
Uma caixa de fósforos cheia de matéria de Sirius B pesaria no mínimo uma tonelada . . .

4 - Sírius B gira ao redor de si mesma e , a cada 50 anos, dá uma volta ao redor de Sïrus A , descrevendo
uma elipse. Como os dogons não conheciam as leis de Kepler, eles não tinham como saber deste fato. E, no
entanto, eles sabiam.

5 - 0 mais espantoso é que Sírius B é totalmente invisível a olho nu. Ela pode ser vista através de um
te!escópio de 320 milímetros, já que se encontra a apenas 11 segundos de Sírius A. A doutrina religiosa secreta
dos dogons a respeito de uma estrela invisível e com atributos incomuns é uma tradição "impossível".

No entanto, ela existe. . .

Os sacerdotes dogons veneram Po Tolo, ou Sírius B, com o mais profundo respeito. Eles fazem desenhos do
seu lugar no céu e na Constelação de Sírius; determinam, tam bém com desenhos, os movimentos de Sírius A
e B. Tudo isso faz parte de uma sabedoria secretissima e sagrada, junto com a gênese de Po Tolo, de onde veio
Amma, a divindade suprema, e mais tarde os nommos anfíbios, mestres mandados por Amma. Essa doutrina
domina todo o pensamento religioso dos dogons, para quem o número 50, número de anos que Po Tolo precisa
para girar ao redor de Sírius A, é também a quantidade dos nommos e o núcleo do seu calendário .

Os conhecimentos dessa tribo "primitiva" a esse respeito são tão incríveis que somos levados a esquecer que eles
possuem outros conhecimentos de astronomia, tão "impossíveis" quanto eles sabem de Sírius.

Eles sabem, por exemplo, que os planetas giram ao redor do Sol não ao redor da Terra. Eles conhecem 4 luas de
Júpiter bem como o anel de Saturno, fenômenos impossíveis de serem registrados a olho nu. Mas o que faz os
astronomos perderem a fala é que essa tribo africana sabe que a Terra faz parte da Via Láctea e que existem
outras galáxias espiraladas no universo.

Mais: os dogons dizem que o movimento das estrelas é comparado ao fluxo do sangue no corpo humano. Isso
significa simplesmente que eles conhecem a circulação do sangue , fenomeno descoberto por Harvey apenas no
século 17 . Indo além , eles conhecem a função do oxigenio nesse processo:

"0 sangue no corpo corre pelos orgãos que se encontram no ventre . . . " . Eles diferenciam o sangue aguado , que
contem oxigenio do sangue oleoso, que contém o gás carbônico.

O conhecimento do cosmos, porém, é sempre o mais importante:

"0s mundos ao redor das estrelas que se movimentam em forma de espiral(como a Via Láctea) são universos
habitados" - afirmam os dogons. "Foi Amma quem deu forma à Terra, criando os seres vivos. Também em
outras terras existem seres vivos como na nossa" . Eles sabem tudo sobre a estrutura do nosso sistema solar e
que a Terra gira em torno do seu próprio eixo . . .

Temp1e enfatiza sempre que se trata de uma sabedoria secreta. Colocar os iniciados a par desses segredos
corresponde àquilo que imaginamos dos mistérios antigos. A idéia central era de que essa sabedoria tinha que ser
conservada. 0 mundo só podia continuar rodando e o ser humano continuar vivendo, se um grupo de sábios
conservasse a recordação das nossas origens e o conhecimento dos segredos cósmicos.

Os dogons conseguiram conservar a mitologia em seu estado mais puro. Mas Temple achou improvável que esse
povo, habitando a nascente do rio Níger, houvesse contatado com visitantes interplanetários na sua pré-história. A
cultura --- afirma Temple --- é um fenomeno dinamico que faz com que as tradições se modifiquem
continuamente para, em um dado momento, perder sua forma original ou ficar irreconhecivelmente distorcida.

O conhecimento oculto, conservado em seu estado puro pelos dogons, conservou-se assim fossilizado porque
intocado por outras culturas fortes. Esse conhecimento chegou até os dogons em um período da sua
pré-história.

Mas ele veio de fora, afirma Temple.

Esse "fora" deveria ser um lugar determinado, onde ele se originou, mas onde a sua forma pura e seu sentido
ficaram parcialmente encobertos por outros desenvolvimentos mitológicos. Porém, essa mitologia não se perdeu.
Possivelmente ela formava, no seu lugar de origem; o núcleo de mistérios ocultos --- somente conhecidos por
seus mais altos sacerdotes --- cujo conteúdo jamais foi escrito sobre material algum, perdendo-se para as
gerações futuras e os arqueólogos quando a cultura em questão entrou em declínio.

Assim, o conhecimento secreto permaneceu secreto. Mas Robert Temple conseguiu encontrar sua verdadeira
origem :

"Sabemos muito sobre as nossas civilizações antigas. Essas mitologias não estão baseadas em uma sabedoria
primordial, cásmica, conservada em uma forma velada ou simbólica?"

Temple pensou primeiro no Egito. Principalmente por causa do nome do deus da Criação dos dogons, Amma,
muito parecido com o deus egípcio Amon. Mas existiu um motivo mais importante pará ele pensar no Egito. É
que na mitologia dos egípcios, em sua relação com o cosmos, Sírius - também chamada Sothis ou Estrela do
Cão, é identificada com Ísis --- tem um papel muito importante. Sírius não aparece acima do horizonte
durante 70 dias do ano. No período em que ela se encontra invisível, Ísis, segundo os antigos egípcios, reside no
submundo. 0 dia em que ela aparece é um momento importantíssimo para o Egito: o nível do rio Nilo começa a
crescer, marcando o primeiro dia do seu calendário.

Os egípcios construíram muitos templos para comemorar o aparecimento de Sírius/Ísis. Nesses templos (como,
por exemplo, o de Dende-rah), os raios da estrela nascente foram captados através de um túnel construído a
partir dc cálculos absolutamente exatos de maneira que ela, como um holofote, iluminasse o altar, que se
encontrava na mais completa escuridão.

Ao escrever sobre a tradição egípcia, Plutarco disse que Ísis tinha uma irmã, a deusa Nephtys. Ísis
simbolizava a luz da Criação, e Nephtys, a escuridão. Os seus reinos foram separados um do outro por um
círculo horizontal de nome Anúbis, simbolizado por um deus com cabeça de cachorro (algumas vezes por um
chacal), cuja tarefa é proteger Ísis como um cachorro fiel. Neste ponto deparamos com uma verdadeira neblina
mitológica. Mas não tão densa ao ponto de não podermos discriminar o sistema de Po Tolo dos dogons, ou seja, o
sistema de Sírius A (Ísis) e Sírius B (Nephtys). Temos até uma abstração: a órbita de Sírius B (Anúbis) é
bem clara.

Por onde Temple segue o caminho mitológico, seus argumentns inerentes à matéria tornam-se bastante
complicados. Mas isso não surpreende. Sua intenção é desenterrar a tradição antiga dos dogons que ele considera a
tradição pura. Para ele; a mitologia dos dogons veio do Egito, mas de um periodo anterior ao estabelecimento das
dinastias. Só que no Egito ela se perdeu quase que totalmente na neblina do desenvolvimento cultural, por causa
do seu caráter secretíssimo e das estruturas religiosas egípcias, cada vez mais complicadas: isto acabou
encobrindo totalmente o seu sentido primordial.

Mesmo assim, Temple descobriu na mitologia egípcia muitos elementos indicando uma ligação direta com a
mitologia dos dogons. Assim, Ísis nasceu em uma região sempre úmida. A respeito do caráter anfíbio dos
nommos, é possível pensar em um corpo coberto de água --- Sírius A ou B.

Outro exemplo nos vem da astronomia árabe, cuja origem é egípcia. Na Constelação do Cão, à qual Sírius
pertence, encontra-se uma estrela cujo nome moderno é Wezen, originário do árabe Al Wazn , que significa
peso. Segundo os árabes, essa estrela era tão pesada que mal conseguia levantar-se acima da linha do horizonte.
Isso nos lembra muito a descrição da pesada estrela Sírius B. Os árabes deram o nome de Al Wazn também à
estrela Cymopus, na Constelação de Argo. Essa constelação tanto representa a arca de Noé como também o
Argo de Jasão com seus cinqüenta argonautas, na procura do Velocino de Ouro.

É bem típico do espírito egípcio representar a órbita de Sírius B ao redor de Sírius A através de uma nave
celestial. Na tradição antiga da Grécia, os 50 anos de órbita de Sírius B são representados pelos 50 argonautas.
Além disso, o número 50 tem um papel imensamente importante (pela sua persistência) na lenda dos argonautas,
ao incluir também a história das 50 filhas de Danaus, trazidas do Egito. E parece que as histórias dos argonautas
têm a ver com as viagens de grupos pré-históricos da região grega, que mais tarde avançaram até a África. O
número de 50 remadores no Argo nos faz pensar nos 50 nommos que, segundo os dogons, foram enviados pelo
deus Amma para a Terra em uma espaçonave para ensinar a humanidade.

Os argonautas eram homens do mar. Os nommos eram seres com rabo de peixe e que viviam preferencialmente
na água. Ísis veio de um mundo úmido . . . Isto nos leva a um outro mito, a História da Babilônia do
historiador Berossus, contemporâneo de Aristóteles. Ele descreve a origem da Babilônia de forma semelhante
à origem da Suméria. Nessa criação tomaram parte criaturas estranhas, anfíbias, entre as quais estava Oannes.

Falando sobre Oannes e seus companheiros, Berossus jamais fala em deuses. Ao contrário, para ele trata-se de
criaturas estranhas, animais exóticos. Segundo Robert Temple, é muito importante a idéia de Carl Sagan,
desenvolvida em seu livro Intelligent Life in the Universe (Vida Inteligente no Universo), de que depois do
degelo o interesse das culturas mais longínquas sobre a Terra aumentou muito , mesmo limitando-se a uma
visita em alguns milhares de anos. Essas visitas depois se tornaram mais frequentes . O exemplo que Sagan dá a
uma visita daquele tipo é justamente o aparecimento de Oannes, que , de acordo com a tradição sumeriana,
trouxe a civilização para a humanidade.

Como os nommos dos dogons, Oannes e seu grupo são anfibios . lsto é, trata-se de seres que vivem na água mas
que se movimentam bem na terra, e que tinham a aparência de sereias, machos e fêmeas. Seria tudo isso fruto da
imaginação? Como já explicamos anteriormente, eles teriam vindo da Constelação de Sírius. Um detalhe
bastante peculiar é o de o deus celestial dos sumerianos chamar-se Anu, que nos leva a pensar em Amma . Anu é

tambem é chamado "chacal selvagem". E , como também frisamos , o chacal e o cachorro são igualmente
idênticos no mito.

E de novo aparece a imagem da Constelação do Cão, aliás Sírius.

Os egiptólogos modernos, entre eles Wallis Budge, são de opinião que não se trata de uma semelhança ocasional.
Sómente uma fonte primordial e coletiva pode explicar essas semelhanças surpreendentes. A hipótese mais lógica
de uma tal fonte coletiva leva-nos em direção de um conhecimento extra-oculto, proibido de ser revelado,
pertencente aos verdadeiros mistérios. Porém, mesmo as mitologias conhecidas e preservadas por nós revelam
muita coisa, resultante das semelhanças no terreno da tradição mitológica, que não tem nada a ver com o
intercâmbio entre culturas separadas pelo tempo e espaço. Jasão e seus 50 argonautas estão ligados à
Constelação de Sírius (Cão), mas uma !igação semelhante existe entre o herói sumeriano Gilgamesh e seus
50 companheiros, indicando a órbita de 50 anos da estrela anã, branca, invisível: Sírius B.

Sob cada uma das tradições antigas citadas esconde-se sempre a mesma imagem primordial, mesmo
arquétipo: a gênese dos dogons, que tem como ponto de origem a misteriosa Sírius B.

"Parece incrível", diz Robert Temple, que como acadêmico tinha que omitir muitos preconceitos e , a idéia em
sí é não somente inacreditável como é também bastante perturbadora.

"Mas não há outro jeito", ele afirma , "quando nos aprofundamos no que chamamos a origem da civilização
humana neste planeta, temos que contar com a possibilidade de que homens primitivos tenham recebido uma
quantidade de elementos culturais das mãos de seres extraterrestres, verdades que deixaram rastros que hoje já
podemos decifrar"

Não há descrições mais concretas que as dos dogons quando falam da chegada de Amma ou dos nommos. As
espaçonaves pousaram na região Noroeste da sua terra. Eles fizeram um barulho comparável ao que as crianças
fazem quando batem pedras sobre pedras, como acontece durante determinadas comemorações em uma gruta
onde os ecos são bastantes amplificados. Essa descrição lembra muito as vibrações causadas por um avião a jato.
No pouso da espaçonave Argo temos um espetáculo com redemoinhos, tempestades de areia e chamas que
saíam dela. Quando Argo está no chão, aparece uma máquina de quatro pés que o arrasta até o lago mais
próximo. A tripulação prefere ficar ali, o que parece compreensivel quando pensamos que os nommos respiram
através de
guelras.

Esse também era o caso de Oannes. Enquanto isso Amma ficou no céu, na região de Sírius, ao lado de um
nommo chamado Die, substituto de Amma. Os nommos não poupam seus esforços para ajudar os terráqueos,
até sacrificando seus corpos para os homens poderem se alimentar com sua carne e beberem seu sangue. Um
entre eles foi crucificado , sob a árvore Kilena, mas ressuscitou depois . . .

É provável que os dogons tenham conservado o núcleo mais importante da sua astronomia. Em todo caso,
Temple achou que valia a pena investigar até que época da pré-história se estende o conhecimento da astronomia,
e até que ponto ela pode ser considerada "impossível" (tão "impossivel" quanto os mapas de Piri Reis). 0
resultado é simplesmente extraordinário. Um filósofo grego, Próclos (410-484), disse que no círculo fechado dos
discípulos de Platão, até as vésperas da penetração definitiva , do cristianismo, tinha-se um conhecimento
adiantadíssimo a respeito do universo. Sómente mil anos mais tarde, com o impacto do Renascimento, esse
conhecimento começou a se desenvolver novamente desde o início e com muitas dificuldades. Ou, talvez, esse
conhecimento sempre tenha sido transmitido através de seitas secretas de iniciados em um mistério nunca
totalmente perdido.

Os egípcios identificaram Sírius a Ísis, sua deusa suprema. Quando o cristianismo se espalhou, o papel de Maria,
mãe de Jesus, foi minimizado. Com o correr do tempo, porém, aconteceu uma osmose corn a crença em Ísis,
intensa em toda a região do Mediterrâneo e até nas terras ocupadas pelos romanos. Cada vez mais Maria foi
sendo deificada. Podemos dizer que, em um determinado momento, ela se tornou muito mais popular que o
próprio Cristo. Algumas vezes ela é venerada com sua imagem cercada de estrêlas, e é chamada SteIla Maris,
em uma imagem estranha, sem que o povo fique ciente disso. Em alguns lugares da França, como por exemplo
na catedral de Chartres, no Flandres (Halle), existe uma devoção antiqüíssima ao redor das Madonas
Negras.
Não se trata de estátuas enegrecidas sob a influência do tempo, mas de estátuas propositadamente esculpidas com
madeira preta. Todos os estudos dedicados a essas madonas mostram que os arqueólogos não sabem o que fazer
com elas. Alguns especialistas pensam tratar-se de relíquias de Ísis datando dos primeiros tempos de veneração de
Maria , mas admitem que a cor negra ainda não foi explicada.

A esta altura , deve-se ter concluído conosco o segredo : Maria foi identificada com Nephtys, irmã negra de
Ísis, a misteriosa estrela invisível que os dogons chamam Po Tolo , e nós , Sírius B .


Extraído de um artigo de Hubert Lampo - 1979


este texto recebi de
"Cassio Lopes" do grupo virtual
Sinalizar esta mensagem
[brasil2012]

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

UMA CURA PARA O MUNDO

O Parlamento das Religiões do Mundo, é um evento que se vem realizado em cada cinco anos, em diferentes locais, como a maior reunião interconfessional que une mais de 8.000 representantes de várias religiões com o fim de construir pontes entre si e abordar assuntos globais.

Desta vez foi em Melbourne- Austrália, nos dias 3 a 9 de Dezembro, onde estiveram presentes budistas, cristãos, judeus e muçulmanos, falando todos em uníssono, pedindo uma liderança moral no mundo capaz de resolver os vários problemas que afectam a nossa Sociedade (como a fome, miséria, pobreza, injustiças e desigualdades sociais, os direitos humanos, as questões ambientais, etc.) e as próprias diferenças ético/religiosas nos paises onde há violência, ódios raciais, perseguições, lutas e divisões, dos que fazem da palavra de Deus as suas próprias interpetações.

Aliás, a este respeito diz uma representante da fé Bahá'i, a Drª Natalie Mobini, o seguinte: "Como podem o diálogo inter-religioso e a liberdade religiosa florescer quando uma religião declara que outra religião é falsa? Serão a tolerância e a cooperação apenas possíveis entre pessoas que partilham a mesma visão doutrinária do mundo?", concluindo ainda que... "os seguidores das diferentes religiões são capazes não apenas para se envolver num espírito de tolerância e respeito, mas também colaborar na contribuição para o avanço da sociedade, onde os estragos que a intolerância religiosa continuam a causar no nosso mundo colocam uma ameaça mais grave ao progresso e ao bem-estar da humanidade do que em qualquer outro momento da história".

Concordo plenamente com esta afirmação, acreditando que uma cura para o Mundo passa pela capacidade da tolerância, do amor e da compreensão entre todos, respeitando ideias e pensamentos e diferentes opiniões, cultivando a Paz e a União, numa filosofia de vida de amor uns pelos outros e também por todos os seres da Criação. Não pode haver paz no Mundo, enquanto estivermos em guerra com a Natureza e matar diariamente milhões de criaturas que tal como nós fazem parte do universo e têm tanto direito à vida como o homem que surgiu na Terra e se tornou na pior espécie que destrói o Planeta com sua forma de Civilização.

Por isso, é preciso parar para pensar e ter da vida uma verdadeira compreensão, melhorando nossos comportamentos e sentimentos neste mundo onde devemos viver mais de acordo com nossa humana e verdadeira condição. De nada adiantam palavras bem elaboradas e discursos bonitos nas cimeiras ou conferêcias politicas ou religiosas do nosso tempo se continuarmos com os mesmos hábitos e comportamentos errados numa Sociedade consumista e materialista que se afunda cada vez mais no meio de tanto lixo e poluição, e inúmeras formas de Degradação.

Por fim, é preciso dizer verdades que dalgum modo despertem as mentalidades e tragam ao mundo a luz, a paz e compreensão, libertando do erro e da ignorância a maior parte da população. De resto, "Conhecei a verdade e ela vos libertará", dizia Jesus Cristo que nada tinha a ver com politica ou religião. E Gandhi, o grande pacifista e humanista indiano do século XX, também afirmava dizendo: "A verdade é dura como o diamante, mas suave como a flor de pessegueiro. .. quando bem entendida e utilizada para a Paz e União.

Penso que sem isto não haverá nenhuma cura para o Mundo...


texto de
Rui Palmela


do grupo ProjetoGraoSolar

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

texto recebido no grupo "brasil 2012"


Estamos numa fase da evolução consciencial, onde não há mais espaço para a futilidade, para a ilusão, para a enganação, para a falsidade, pois as máscaras estão caindo.

Se cada um parar para pensar um minuto que seja, descobrirá situações onde viram máscaras caindo, de pessoas próximas, de pessoas que se diziam amigos, que se diziam sinceros, que diziam amar, que se mostravam verdadeiros em suas concepções, e no entanto, hoje mostram sua verdadeira face, a face do aproveitador, do egoísta, do usurpador, etc.

Está no tempo de olharmos para dentro de nós, e ver quem realmente somos, do que somos feitos, quais sentimentos alimentamos em nosso íntimo, qual a frequencia vibratória que soa dentro de nós.
Se estamos usando uma máscara ou não.

Se estamos, o tempo de mudança é agora, pois quase não há mais tempo, pois uma mudança às vezes demora para acontecer, e o tempo está quase esgotado.

É muito comum nos dias de hoje escutarmos um casal dizer, "Te amo"!
Mas será que sabem realmente o que estão dizendo?
Será que existe sinceridade nestas palavras?
Será que elas brotaram do mais profundo do seu ser, onde existe a ligação da consciência e o Divino?

Muitos não sabem que para dizer "te amo" não há necessidade de palavras, basta um olhar, olho no olho, onde as almas, as essências se comunicam.
O olhar profundo revela todo sentimento, e a confirmação às vezes vem através de uma lágrima.

A grande maioria não se liga mais nisso, os tempos são outros, tudo está acelerado, para se ter um prazer basta comprimir um botão, pois a tecnologia nos proporciona tudo isso.
Mas por quanto tempo ainda?

Olhemos a natureza, ela está se agitando, ela está mostrando que não está contente, não está em harmonia, em equilíbrio. Ela está bradando:-"Parem homens com a destruição, não aguentamos mais, estamos doentes, vocês estão nos envenenando, estamos morrendo aos poucos", e vem o resultado do desequilíbrio, através dos ventos, das enchurradas, dos ciclones, e logo mais dos furacões, dos tornados violentos, dos tremores de terra, da invasão das águas sobre as terras.

Tudo isso porque não sabemos amar, não sabemos ser verdadeiros, não sabermos usar nosso potencial mental para o bem, pois os poderes das Leis Universais residem dentro de nós, e as ativamos quando nossos pensamentos são construtivos, quando nosso mental é usado para vibrações positivas para com nós, e para com os demais.

"Amai ao próximo como a ti mesmo"!

Primeiro amar a nós próprios, se não nos amamos, que amor teremos para dar a outros?
É muito fácil dizer a outrem que o amamos, ou que amamos a natureza ou a humanidade, mas amar a si é o mais difícil, pois na maioria das vezes nem nos damos conta disso, que o EU vem em primeiro lugar.

Então, vai ai esse alerta, é tempo de despertar para o novo tempo que se aproxima.
É tempo de despertar nosso Eu interior, saber quem realmente somos, o que estamos fazendo aqui neste planeta.
Estamos aqui para comer, dormir, trabalhar, fazer sexo, ganhar dinheiro, gastar dinheiro?
Será que a missão da vida é só essa?

Então, vale uma reflexão.

E não esqueçamos: olho no olho, é onde as almas entrarão em sintonia cósmica e divina, revelando quem realmente somos, e expressando o mais verdadeiro sentimento.



Um abraço com muita paz e luz!
Paulo Shuster

Foi "loreta rodrigues" que enviou ao grupo
obrigada.

domingo, 13 de dezembro de 2009


NOVO SITE DA IRDIN COM MAIS DE 1700 PALESTRAS DISPONIVEIS
O ENSINAMENTO ESTA SENDO ABERTO DEVIDO AS NECESSIDADES ATUAIS
DO SER HUMANO SE TRANSFORMAR E TER ACESSO AO CONHECIMENTO REAL:

"O Homem tem que encontrar o seu CAMINHO CÓSMICO,
Cada um de nós tem sua própria mensagem para ser compartilhada com nossos Irmãos.
A mudança do código genético de gens materiais para gens CÓSMICOS, vai acontecer
para aqueles que se abrirem - "OS QUE TEM AMOR A MUDANÇA PARTICIPARÃO DESTA FESTA.
OS QUE NÃO QUISEREM PERMANECERÃO SEM ESTE PRECIOSO ALIMENTO!"


(Trigueirinho)




O SUPREMA MÃE UNIVERSAL
INTERCEDA SOBRE A HUMANIDADE DA SUPERFÍCIE DA TERRA
PARA QUE NOS TORNEMOS
DIGNOS FILHOS DE "DEUS"
NA FÉ, NA LUZ, NA PAZ, NA HARMONIA,NO AMOR, E NO PERDÃO
AGORA E PARA TODO O SEMPRE
AOM!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009


A Vontade Suprema






À luz dessa progressiva manifestação do Espírito, a princípio aparentemente engolfada na
Ignorância, depois livre no poder e sabedoria do Infinito, podemos melhor compreender a grande e
culminante injunção do Gita ao Karmayogi: "Abandona todos os Dharmas, todos os princípios e leis e
regras de conduta, refugia-te em Mim somente". Todos os padrões e regras são construções temporárias,
fundadas nas necessidades do ego em sua transição da Matéria para o Espírito. Estes expedientes têm
uma relativa imposição enquanto ficamos satisfeitos nos estágios de transição, contentes com a vida física
e vital, apegados ao movimento mental, ou mesmo fixos nas esferas do plano mental tocadas pelo brilho
espiritual. Porém, além está a vastidão sem barreiras da consciência supramental infinita, onde cessam
todas as estruturas temporais. Não é possível entrar inteiramente na verdade espiritual do Eterno e do
Infinito se não tivermos a fé e a coragem de nos confiarmos nas mãos do Senhor de todas as coisas e
Amigo de todas as criaturas, e deixarmos para trás, completamente, nossos limites e medidas mentais. Em
um dado momento, devemos mergulhar, sem hesitação, reserva ou medo ou escrúpulo dentro do oceano
do livre, do infinito, do Absoluto. Depois da Lei, a Liberdade, depois dos padrões do pessoal, do geral, do
universal, existe ainda algo maior, a plasticidade impessoal, a liberdade divina, a força transcendente e o
impulso superno. Depois do caminho estreito da ascensão, o vasto planalto do ápice.
Há três estágios da ascensão - no fundo, a vida corpórea escravizada à pressão da necessidade e do
desejo; no meio, a regra do mental, do emocional mais elevado e do psíquico, que procura maiores
interesses, aspirações, experiências e idéias, e no cume, primeiro um psíquico e um estado espiritual mais
profundos e depois a consciência supramental eterna, na qual toda nossa aspiração e buscas descobrem
seu próprio significado íntimo. Na vida corpórea, primeiro o desejo e a necessidade, depois o bem realizável
do indivíduo e da sociedade são o motivo imperante, a força dominante. Na vida mental, são as idéias e as
regras ideais, idéias que são meia-luzes usando a vestimenta da Verdade, idéias formadas pela mente
como um resultado de uma crescente intuição e experiência, embora ainda imperfeitas. Sempre que a vida
mental prevalece e a corpórea diminui sua brutal insistência, o homem, o ser mental, sente-se empurrado
pela pressão da Natureza mental para moldar a vida do indivíduo no sentido da idéia ou do ideal, e no fim,
mesmo a vida mais complexa e mais vaga da sociedade é forçada a se submeter a este sutil processo. Na
vida espiritual, ou quando um poder mais alto que a Mente tiver se manifestado e possuído a natureza,
estas forças-motivo limitadas retrocedem, definham, tendem a desaparecer. O Eu espiritual ou supramental,
o Ser Divino, a Realidade suprema e imanente, deve ser unicamente o Senhor dentro de nós e deve moldar
livremente nosso desenvolvimento final, de acordo com a mais elevada, a mais vasta, a mais integral
expressão possível da lei de nossa natureza. No fim, essa natureza age na Verdade perfeita e na liberdade
espontânea, porque ela obedece apenas ao poder luminoso do Eterno. O indivíduo não tem nada mais a
ganhar, nenhum desejo para realizar; ele tornou-se uma porção da impersonalidade ou personalidade
universal do Eterno. Nenhum outro objetivo que a manifestação e jogo do Espírito na vida e a manutenção e
conduta do mundo em sua marcha para o objetivo final divino pode obrigá-lo à ação. Idéias, opiniões e
construções mentais não são mais suas, porque sua mente entrou em silêncio, ela é apenas um canal para
a Luz e a Verdade do conhecimento divino. Ideais são muito estreitos para a vastidão de seu espírito; é o
oceano do Infinito que flui através dele e o move para sempre.


Sri Aurobindo


Cuida para que teu modo de trabalhar não interfira no de teus irmãos."

Trigueirinho





"Quantos estão prontos para brigar e até morrer pela liberdade!
Mas assim que estão livres, só pensam em se amarrar, em se prender. Sim, é
triste dizer isso, mas é assim. Pode-se dizer que a liberdade pesa para
eles, e que não sabem o que fazer com ela. O que se pode fazer quando se é
livre? A pessoa se aborrece. Então, para se distrair, a pessoa vai se
colocar em situações complicadas e... Adeus liberdade! Enquanto os seres
humanos não tiverem a verdadeira luz, a liberdade os levará a fazer as
maiores loucuras. Quantas vezes se vê isso!
A liberdade, que é a melhor coisa, em algumas circunstâncias pode se tornar
a pior. Nesse ponto, seria melhor para eles que estivessem um pouco
amarrados. Certo, é preciso procurar ser livre, mas apenas para se elevar,
se reforçar, se iluminar e fazer o bem ao seu redor. Essa é a verdadeira
liberdade."

Omraam Mikhaël Aïvanhov

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Aïvanhov - Ladrões



"O ladrão que se mistura entre a multidão procurando alguém para poder
roubar é quase um clarividente. Como se tivesse antenas, ele sente quais são
as pessoas atentas, despertas, e quais estão meio adormecidas. O indício
para ele é a luz, pois do homem atento emana uma espécie de claridade, e não
será, portanto, a esse que o ladrão se dirigirá. Ele vai em busca de quem
cochila de olhos abertos, e se apropria da sua carteira ou da sua bolsa, sem
que a pessoa perceba, estando mergulhado em uma espécie de escuridão.
Do mesmo modo, as entidades maléficas do mundo invisível, não se dirigem
àquele onde sentem a luz, pois sabem que serão imediatamente dominados e
expulsos. Por isso, atenção: se quiserem estar protegidos de todas as
espécies de ladrões, mantenham sempre uma luz acesa em vocês."



Omraam Mikhaël Aïvanhov

Omraam Mikhaël Aïvanhov




Pensamento do dia 10 de dezembro

"O Pai, o Filho e o Espírito Santo constituem aquilo que os cristãos chamam
a 'Santíssima Trindade'. Nenhum princípio feminino é aqui mencionado, e é
impossível não se colocar a questão. Quando se ouve enumerar: o Pai, o
Filho... termos que evocam a família, como não ficar surpreso pelo fato de
que o terceiro membro dessa família é o Espírito Santo? E o que é uma
família onde falta a mãe? Os cabalistas, porém, têm razão quando ensinam que
Deus tem uma Esposa: Shekinah.
Os cristãos agora devem refletir e aceitar a existência desse princípio
cósmico que é o aspecto feminino do Princípio criador. O Ser que chamam
'Deus', e que o cristianismo representa como uma força masculina é, na
verdade, masculino e feminino. Para que seja uma criação é necessária uma
polarização, isto é, a presença de um princípio masculino e também de um
princípio feminino. Para Se manifestar, Deus deve ser ao mesmo tempo
masculino e feminino. É isso que era ensinado nas Iniciações órficas: «Deus
é macho e fêmea»."

2012 não é o fim do mundo é o começo de uma nova era




O sistema solar gira em torno de Alcione, estrela central da constelação de Plêiades. Esta foi a conclusão dos astrônomos Freidrich Wilhelm Bessel, Paul Otto Hesse, José Comas Solá e Edmund Halley, depois de estudos e cálculos minuciosos. Nosso Sol é, portanto, a oitava estrela da constelação - localizada a aproximadamente 28 graus de Touro - , e leva 26 mil anos para completar uma órbita ao redor de Alcione, movimento terrestre também conhecido como Precessão dos Equinócios. A divisão desta órbita por doze resulta em 2.160, tempo de duração de cada era "astrológica" (Era de Peixes, de Aquário, etc). Descobriu-se também que Alcione tem à sua volta um gigantesco anel, ou disco de radiação, em posição transversal ao plano das órbitas de seus sistemas (incluindo o nosso), que foi chamado de Cinturão de Fótons. Um fóton consiste na decomposição ou divisão do elétron, sendo a mais ínfima partícula de energia eletromagnética, algo que ainda se desconhece na Terra. Detectado pela primeira vez em 1961, através de satélites, a descoberta do cinturão de fótons marca o início de uma expansão de consciência além da terceira dimensão. A ida do homem à Lua nos anos 60 simbolizou esta expansão, já que antes das viagens interplanetárias era impossível perceber o cinturão.A cada dez mil anos o Sistema Solar penetra por dois mil anos no anel de fótons, ficando mais próximo de Alcione. A última vez que a Terra passou por ele foi durante a "Era de Leão", há cerca de doze mil anos. Na Era de Aquário, que está se iniciando, ficaremos outros dois mil anos dentro deste disco de radiação.Todas as moléculas e átomos de nosso planeta passam por uma transformação sob a influência dos fótons, precisando se readaptar a novos parâmetros. A excitação molecular cria um tipo de luz constante, permanente, que não é quente, uma luz sem temperatura, que não produz sombra ou escuridão. Talvez por isso os hinduístas chamem de "Era da Luz" os tempos que estão por vir. Desde 1972, o Sistema Solar vem entrando no cinturão de fótons e em 1998 a sua metade já estará dentro dele. A Terra começou a penetrá-lo em 1987 e está gradativamente avançando, até 2.012, quando vai estar totalmente imersa em sua luz.De acordo com as cosmologias maia e asteca, 2.012 é o final de um ciclo de 104 mil anos, composto de quatro grandes ciclos maias e de quatro grandes eras astecas. Humbatz Men, autor de origem maia, fala em "Los Calendários" sobre a vindoura "Idade Luz". Bárbara Marciniak, autora de "Mensageiros do Amanhecer", da Ground e "Earth", da The Bear and Company e a astróloga Bárbara Hand Clow, que escreveu "A Agenda Pleiadiana", da editora Madras, receberam várias canalizações de seres pleiadianos. Essas revelações falam sobre as transformações que estão ocorrendo em nosso planeta e nas preparações tanto física quanto psíquicas que precisamos nos submeter para realizarmos uma mudança dimensional. Segundo as canalizações, as respostas sobre a vida e a morte não estão mais sendo encontradas na terceira dimensão. Um novo campo de percepção está disponível para aqueles que aprenderem a ver as coisas de uma outra forma. Desde a década de oitenta, quando a Terra começou a entrar no Cinturão de Fótons, estamos nos sintonizando com a quarta dimensão e nos preparando para receber a radiação de Alcione, estrela de quinta dimensão.Zona arquetípica de sentimentos e sonhos, onde é possível o contato com planos mais elevados, a quarta dimensão é emocional e não física. As idéias nela geradas influenciam e detonam os acontecimentos na terceira dimensão, plano da materialização. Segundo as canalizações, a esfera quadri-dimensional é regida pelas energias planetárias de nosso sistema solar, daí um trânsito de Marte, por exemplo, causar sentimentos de poder e ira.Para realizar esta expansão de consciência é preciso fazer uma limpeza, tanto no corpo físico como no emocional, e transmutar os elementais da segunda dimensão a nós agregados, chamados de miasmas.Responsáveis pelas doenças em nosso organismo, os miasmas são compostos de massas etéricas que carregam memórias genéticas ou de vidas passadas, memórias de doenças que ficaram encruadas e impregnadas devido a antibióticos, poluição, química ou radioatividade. Segundo as canalizações, esses miasmas estão sendo intensamente ativados pelo Cinturão de Fótons.Os pensamentos negativos e os estados de turbulência, como o da raiva, também geram miasmas, que provocam bloqueios energéticos em nosso organismo. Trabalhar o corpo emocional através de diversos métodos terapêuticos - psicológicos, astrológicos ou corporais - ajuda a liberar as energias bloqueadas. A massagem, acupuntura, homeopatia, florais, meditação, yoga, o tai-chi, algumas danças, etc, são também técnicas de grande efetividade, pois mexem com o corpo sutil e abrem os canais de comunicação com outros planos universais.As conexões interdimensionais são feitas através de ressonância e para sobrevivermos na radiação fotônica temos que nos afinar a um novo campo vibratório. Ter uma alimentação natural isenta de elementos químicos, viver junto à natureza, longe da poluição e da radiatividade, liberar as emoções bloqueadas e reprimidas, contribuem para a transição. Ter boas intenções é essencial, assim como estar em estado de alerta para perceber as sincronicidades e captar os sinais vindos de outras esferas. Segundo a Agenda Pleiadiana, de Bárbara Hand Clow, o Cinturão de Fótons emana do Centro Galáctico. Alcione, o Sol Central das Plêiades, localiza-se eternamente dentro do Cinturão de Fótons, ativando sua luz espiralada por todo o Universo. Mas afinal e nós nisso tudo? Nós somos os mais beneficiados com tudo isso. Todos nós, os seres encarnados na Terra estamos passando por um processo de iniciação coletiva e escolhemos estar aqui nessa difícil época de transição de nosso planeta, que atingirá todo o Universo. Os fótons funcionam como purificadores da raça humana e através de suas partículas de luz, às quais estamos expostos nos raios solares, dentro em breve estaremos imersos nesta "Era de Luz", depois de 11 mil anos dentro da Noite Galáctica ou Idade das Trevas, como os hindus se referiam a Kali Yuga. Como um sistema de reciclagem do Universo, o Cinturão de Fótons inicia a Era da Luz. Existem diversas formas da humanidade intensificar sua evolução, desenvolvendo um trabalho de limpeza dos corpos emocionais, com o uso de terapias alternativas, como florais, Yoga, Sahaja Maithuna, musicoterapia, cromoterapia entre muitos outros. São terapias e práticas que trabalham com a cura dos corpos sutis, evitando que muitas doenças sejam desenvolvidas antes mesmo de alcançar o corpo físico, além de curar outras já instaladas. Cada partícula vai se alojando em todos os cantinhos de nosso planeta trazendo a consciência (Luz), a Verdade, a Integridade e o Amor Mútuo. Cada um de nós tem um trabalho individual para desenvolver aliado ao trabalho de conscientização da humanidade.Os corpos que não refinarem suas energias não conseguirão ficar encarnados dentro da terceira dimensão, pois a quarta dimensão estará instalada. E todos nós redescobriremos a nossa multidimensionalidade e ativaremos nossas capacidades adormecidas dentro da Noite Galáctica. A inteligência da Terra será catalizada para toda a Via Láctea. Todos estes acontecimentos foram registrados no Grande Calendário Maia, que tem 26 mil anos de duração e termina no solstício de inverno, no dia 21 de dezembro de 2012 dC, que marca a entrada definitiva da Terra dentro do Cinturão de Fótons por 2000 anos ininterruptos. Consciência é Luz. Luz é Informação. Informação é Amor. Amor é Criatividade.Paz, Amor e Luz Divinos!

Ps: não sei autoria

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

POESIA DO RON


ALQUIMISTA-ALFAIATE


DA FONTE SOU FILHO,

SOU ALQUIMISTA,

LIVRE REBELDE,

LIVRE PENSADOR.

SOU ALFAIATE,

SOU DIVINO,

SOU CÓ-CRIADOR!

NA MESA DE TRABALHO ESPARRAMO,

CARRETÉIS DE LUZ,

LINHAS DE MULTI-CRISTAIS,

BOTÕES-LUA

BOTÕES-ESTRÊLA,

PERÓLADOS DEDAIS,

ALFINETES - PRATA,

AGULHAS –OURO.

BRINCO COM AS CÔRES,

MESCLO O TOM DOS AMÔRES,

BEIJO A LETRA A.

ADONAI,

AVANÇAR,

AMAR!

AVIO

ENCOMENDAS DO PAI.

É OUTONO,É INVERNO,

PRIMAVERA E VERÃO.

UMA ROUPA PRA

CADA ESTAÇÃO!

NO PALCO DA VIDA,

A ESSENCIA SE VESTE,

O PERSONAGEM APARECE.

SÃO APLAUSOS,

SÃO VAIAS,

SÃO RISOS,

SÃO LÁGRIMAS,

ARCO-ÍRIS DE EMOÇÕES!

CORTINAS SE FECHAM.

O ALQUIMISTA-ALFAIATE ,

ATENTO ESPECTADOR,

SENSÍVEL OBSERVADOR,

LEVANTOU-SE,

CAMINHOU!

NO ESTREITO CORREDOR,

AO FIM,

O CAMARIM ENCONTROU.

ATÔRES SEM ROUPAS,

MAQUIAGENS BORRADAS,

JARROS SEM FLÔR.

A ILUSÃO ACABOU!

FOI TUDO EM VÃO?

O QUE RESTOU?

O ALQUIMISTA-ALFAIATE ,ENTÃO,

SE OLHA NO ESPÊLHO.

SE ADMIRA,

SE ESPANTA!

EI,EU ,TAMBÉM, NÚ ESTOU!

A INTERNA VOZ,

ALIADA AMIGA,

SUSSURROU:

FILHO AMADO,

NOS JARDINS DO UNIVERSO,

ALEGRE É A TAREFA DO

AQUARIANO AGUADOR.

ÊLE REGA AS SEMENTES

DO INCONDICIONAL AMÔR!

MISSÃO ENTENDIDA,

MISSÃO CUMPRIDA.

DA ÁRVORE-MÃE

ME DESPRENDO.

SOU FÔLHA QUE PARTE,

DIVINA ARTE.

ONDULOS NOS ARES,

PAIRO NOS MARES,

NA TERRA POUSO,

NO PÓ ME DISSOLVO.

RETORNO AO TEMPO REAL,

ASCENDO EM ESPIRAL,

PARTO EM BUSCA DO LAR

DAS ESFERAS AZUIS,

DE CONSCIÊNCIAS- LUZ!

Ron-3/12/09

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

RELATOS INTERESSANTES


trecho do livro

Magia Elemental − Ali Mohamad Onaissi


Um dia, achando que os guardanapos brilhavam em sua casa
sobretudo pela ausência, comprei alguns e levei−os num embrulho até sua
casa. Nós os cortamos, e ela(Helena) já queria pô−los em uso sem
debruá−los, mas, diante de meus protestos, pegou alegremente uma agulha.
Mal havia começado, bateu irritadamente com o pé sob a mesinha de costura,
dizendo:”Saia daí, seu palerma!” O que está havendo?, perguntei. “Oh, nada,
é apenas um bichinho elemental que está me puxando pelo vestido, a fim de
que eu lhe dê algo para fazer.” Mas que sorte, eu lhe disse, então estamos
bem arranjados; peça−lhe que faça a bainha dos guardanapos. Para quê se
amolar, se você não tem mesmo jeito para isso? Ela riu e me censurou, para
me punir por minha desonestidade, mas ela não quis lhe dar esse prazer ao
pobre e pequenino escravo sob a mesa, que só queria mostrar sua boa
vontade. Mas acabei convencendo−a. Ela me disse para recolher os
guardanapos, as agulhas e a linha a um armário envidraçado que tinha
cortinas verdes e se achava do outro lado do quarto. Voltei−me a sentar perto
dela, e a conversa retomou o tema único e inesgotável que enchia os nossos
pensamentos − a ciência oculta. Quinze ou vinte minutos depois, ouvi um
ruído parecido com gritinhos de camundongos debaixo da mesa, e HPB me
disse que ‘essa coisinha horrorosa’ terminara o seu serviço. Abri a porta do
armário e encontrei a dúzia de guardanapos debruada, e tão mal, que uma
simples aprendiz de costureira não teria feito pior. Mas as bainhas estavam
realmente feitas, e isso se passara no interior de um armário fechado a
chave, do qual HPB não se aproximara um só instante. Eram quatro horas da
tarde, e o dia ainda estava claro. Estávamos sozinhos no quarto, e ninguém
entrou ali enquanto tudo aquilo se passava.”




A verdade é relativa
porém consta em todos os lugares em que lá
estiverem aqueles que se unem ao PAE

"anônimo"

domingo, 29 de novembro de 2009

TRANSFIGURAÇÃO DE NOSSOS CORPOS COMO CANAIS DE LUZ



Wistancia Stone



A visão completa do que está ocorrendo com os nossos corpos primeiro tem que ser observada através da lente do que está passando ao corpo do planeta Terra. E também devemos compreender, que todas as coisas foram criadas em Unidade com um elo de interconexão com as partes de Deus e os distintos níveis, desde os planetários, até os sistemas solares, galáxias e universos.

Não podemos considerar a transição quântica que está ocorrendo em nosso planeta, sem tomar conta dos efeitos e reverberações da criação completa. De acordo com isso deveríamos formular a nossa pergunta de uma forma diferente: Por Deus, o que está passando em nosso sistema solar, com a galáxia, e com o nosso universo local? Há alguns anos, um mestre espiritual disse: "Quando recolhes um grão de areia, você está literalmente trocando a estrutura molecular de todo o universo". Compreendi, então, que todas as coisas estão interligadas, sem importar o quanto distantes estamos imaginando que as outras dimensões estão, ou que tão longe de nós está a vida em outros planos de existência. Estamos todos conectados por fibras douradas, que, visíveis ou não, nos conectam com a Fonte Primordial. Durante nossas visões, sonhos, meditações, ou em alguns momentos com qualidade superior de vida, podemos sentir essa conexão.

Por meio da respiração consciente, podemos nos precaver da rede da vida, respirando, e sentir a conexão e a qualidade dessa união. Cada dia mais e mais, os cidadãos da Terra sabem intuitivamente, apesar de não poder provar, que a Terra não se move sozinha no Universo, galáxia e sistema solar, sem outra manifestação de vida que a terrestre. O que realmente está ocorrendo, é que a Luz mais elevada, e freqüências mais altas, novos códigos de energia (escolha o nome que achar melhor) estão entrando na Terra em ondas de ascensão. Por outro lado, os cidadãos do planeta por meio da energia enfocada em suas meditações, orações e preces, estão assimilando essa Luz e esse Amor e conseqüentemente estão irradiando. Logo, essas elevadas energias, vão passando para outras pessoas e ancorando-as no próprio planeta. Se trata realmente de uma co-criação do homem que está trazendo o Céu à Terra.

O MAGNETISMO DESCENDE E AS FREQÜÊNCIAS SOBEM

O que Isaías disse: "Um novo céu e uma nova Terra", estão se estabelecendo de uma forma sem precedentes e muitos já podem sentir as mudanças profundas que estão ocorrendo no planeta e em seus próprios corpos. O magnetismo está descendendo simultaneamente no planeta e em nossos corpos. As forças magnéticas são como uma goma que une as coisas juntas. Essa descida do magnetismo é um sinal que uma grande mudança está ocorrendo. Os cientistas reconhecem que esta caída no magnetismo, nestes tempos, tem sido muito rápida e no mesmo ritmo acelerado, ocorrem as mudanças. Por outro lado as freqüências da Terra estão subindo e isso afeta notavelmente os corpos dos cidadãos. Com a caída do magnetismo ocorrem mudanças a nível mental e emocional do individuo. É possível que os programas da mente e das emoções, que temos gravados, comecem a soltar-se. Como a resistência cai, é mais fácil deixar ir. Alguns não sabem o porquê de algo ou alguém que antes era indispensável, já não importa. E pelo contrário, coisas ou pessoas sem relevância, subitamente passam a ter importância. É possível que de um momento ao outro certas pessoas, lugares ou situações já não lhe sirvam mais e temos que mudar, o corpo pede por isso.

Por isso, na opinião de muitas pessoas, esses tempos parecem caóticos. Alguns indivíduos se queixam que já nem se quer sabem quem são e sofrem uma crise de identidade.

O QUE ESTÁ OCORRENDO COM OS NOSSOS CORPOS

A humanidade atual da Terra caminha vestida de carne, dentro de corpos constituídos por matéria-energia. Até agora, funcionavam com um grau de densidade, mas neste momento alguma condensação está se estabelecendo. Seus veículos físicos estão sendo preparados para serem transmutados em vestimentas de luz, muito mais refinadas e menos densas. O karma está sendo processado e diluído. Haverá menos densidade e menos limitações. Estamos nos condicionando para começar a inter atuar com consciências mais elevadas. Nossa biologia se abrirá para compartilhar com outros seres, não só com nossas espécies terrestres, mas também com habitantes de outros mundos, dimensões ou entidades de níveis distintos de existência. O que realmente está se sucedendo é o que os Mestres chamam de "Transfiguração".

Está ocorrendo é que a nossa forma condensada entrou em um processo parecido ao "derreter-se". A substância de nosso corpo físico, aquela que nos é familiar, está se transformando em Luz e a mudança consiste em que o nosso corpo material e denso, passo a passo, se refina e se converte em "Corpo de Luz". Também, a medida que vamos nos conectando com a Mente Divina Universal, nossa inteligência se desenvolve em certas áreas da mente. Passamos por iniciações de Luz, e imediatamente aprovamos, e os efeitos podem ser sentidos em nosso corpo físico. Pedimos "Transformação" e isso é o que nos foi concedido. Vemos essa transmutação até nos níveis de nossa carne. Quando o planeta recebe as freqüências elevadas de Luz, os habitantes da Terra entram em um processo de mudanças, o qual se processa em seu organismo a nível dos espaços vazios entre as células e bioquimicamente mudam. A força da Luz, ativa nosso corpos, e literalmente a química do corpo e da mente, mudam. Expressando de uma forma poética, "algo muito antigo, e não obstante, novo, está saindo da casca". A membrana exterior que segurava e isolava a humanidade está tornando-se delgada e os humanos começam a ter a possibilidade de conectarem-se conscientemente com dimensões mais altas de Luz.

É como uma belíssima flor preparando o botão para que possa abrir e florescer. O botão da flor, guarda dentro de si a informação que permite a conversão em uma flor Crística. Assim nossos DNAs guardam os códigos que disparam a transformação completa de um indivíduo no Cris to radiante, e no mestre Ascenso integrado, com poder total. É o presente de nos convertermos em um Cris to , para continuar a nossa evolução com a realização de todo o nosso potencial. Estamos sendo preparados e começamos a passar de uma densidade molecular a uma nova e mais alta. Isto é transformação. O seguinte passo na escada Divina para a humanidade é assumir a forma de Adão (e Eva) Kádmon. No processo estamos ativando e reforçando nossos laços com o Eu Superior, o Corpo Crístico, que se conecta a nossa coluna através do oitavo chakra. Uma coisa é saber que possuímos esse corpo a outra é ancorá-lo e ativá-lo completamente. Por algum tempo estivemos nesse processo, que para alguns seres já está completo. Vivemos em um mundo eletro magnético, até agora com uma densidade eletro magnética característica que nos tem limitado muito. Por isso estamos afinando uma freqüência mais alta, por ação de uma energia, a Chama na eletrificação da matéria de nossos corpos, matéria – energia.

Por que é importante? Porque é um passo mais alto em nosso processo evolutivo, desenvolvendo passo a passo, para permitir que o Eu Superior ou o corpo Crístico envolva nosso desenvolvimento. O trabalho que já foi feito preparou alguns seres humanos para viver com um tipo mais avançado de ressonância. Aquela que está bem dentro das capacidades do corpo superior. Temos que esclarecer que a Ascensão não consiste em descartar o corpo físico sim levá-lo conosco um passo acima da escada de Jacó. Chamamos esse processo de "integrar a Deusa" (corpo físico). Trata-se de sentir as mudanças e de ser consciente do processo. E isto nos desenvolve mais sabedoria, porque passamos pela experiência de ascensionar, a iluminação. Devemos ter aceitação, um acordo de nos permitir sentir o que temos que sentir para chegar à compreensão. Não se trata de que despertemos e a ascensão está pronta. É importante sabermos isso, porque nos ajudará no processo de transformação e transmutação. Quanto menos resistência colocarmos ás mudanças, elas serão mais harmônicas.

Me recordo que o mestre Sananda (Jesus) dizia que a entrada e a saída eram através do coração. Quando aprendemos a amar o nosso processo de ascensão, logo eliminaremos o medo e gozaremos das mudanças. O coração já conhece o processo de ascensão e a coração é a porta aberta ao Cris to radiante, nosso potencial oculto no DNA. O controle que temos de nossas emoções também nos ajuda a aprender a experimentar a vida através das emoções e da consciência Crística. Estes sentimentos elevados liberam nosso potencial. A Presença EU SOU também está conectada a chama Tripla no coração e o coração conhece a ascensão.

AS PERCEPÇÕES PODEM SE ALTERAR

O que está ocorrendo é que as dimensões estão se sobrepondo umas as outras. Algumas freqüências de quarta dimensão estão bombardeando nossas freqüências de terceira dimensão e o mesmo ocorre com as freqüências de quinta dimensão e com algumas outras mais altas. Por isso nossas percepções também começam a mudar, mas cada caso é único. Em geral a humanidade está começando a ver e a perceber uma multiplicidade de dimensões e isto causa transtornos nas percepções habituais de uma forma ou de outra. Podemos até perder objetos e logo encontrá-los, ou não. É como ter um triângulo das Bermudas em casa. Outros trabalhadores da luz dizem ter sonhos bem vívidos. Experimentam visões e sonhos, onde um mestre ou anjo os adverte que estará chegando um presente para todos e que devemos nos abrir às novas possibilidades. Muitos sonhos e visões são nossos guias para nos preparar a nível subconsciente e interior para as mudanças que já estão ocorrendo. É como estivéssemos nos aprontando a ser o que éramos antes ou para assumir o que somos em dimensões superiores de evolução. Alguns trabalhadores da luz que às vezes sentem a transcendência, o que chamo de "Síndrome do país das maravilhas". Às vezes, caminhando na rua se sentem muito altos e rápidos como uma pluma ou pequenos e densos. Outras vezes se sentem como se estivessem montados em um pião ou no olho de um furacão. Isto ocorre porque as dimensões estão se cruzando. Outros passam a perceber muito mais luz e presenças de luz ao seu redor. Naturalmente, estão invocando mestres e anjos ou que eles estão mesmo ao seu lado. Também os irmãos extraterrestres de dimensões Crísticas podem estar agora mais perto e sua presença está sendo percebida por muitos. Alguns circuitos de energia planetária têm sido ativados e estes vórtices planetários podem ser agora percebidos, vistos ou sentidos, de alguma forma, por muitos indivíduos. As mudanças são profundas e continuam ser cada vez mais dramáticas. Temos que integrá-las à vida diária porque não desaparecerão, a transformação é uma fase que não podemos cancelar.

O plano Divino está se desenvolvendo em perfeição, trazendo mudanças cada vez mais profundas. Este é um novo tempo e uma nova Era se aproxima. Se alguma parte sua começa a sentir medo da mudança é melhor se tornar consciente deste medo. Abra essa tua parte que vibra no medo, controla seus pensamentos e diz a sua mente que a mudança é real, e que é nisso que consiste o Plano Divino, e que tudo está bem para ti. É correto fazer um diálogo com aqueles aspectos de sua personalidade que podem se entregar ao medo. Existe um pensamento coletivo da humanidade que renegam as mudanças. Quando ocorreu a caída do homem houve muitas mudanças, mas não foram para o bem, e algo dentro de cada um de nós se recorda disso.

Desenvolva conscientemente a confiança na abertura na Nova Era Dourada de Paz que se aproxima. Mantenha viva a visão e o conceito. Abra aquela parte de seu Ser que teme as mudanças, diga que as mudanças são inevitáveis porque tudo é energia, e a energia, por definição é uma constante mudança.

TODOS OS CORPOS ESTÃO MUDANDO SUAS ESTRUTURAS

No presente, nossas formas físicas estão recebendo ondas de Luz muito poderosas. A Luz é absorvida por todas as estruturas, crendo ou não, as novas freqüências de Luz chegam ao planeta e afetam a todos, mesmo que não estejamos dispostos ou previamente não pedimos para recebê-las. Os efeitos causados por este aumento de Luz não são somente físicos. Também a nível emocional estamos experimentando mudanças dramáticas. Temos um sistema de quatro corpos que estão mudando suas estruturas, e como todos se conectam, se um muda, afeta a todos. Ás vezes nos sentimos desconectados de Deus, outras vezes totalmente conectados com Deus e com os Mestres. Emocionalmente, aguçamos a sensibilidade, e é provável em uma instabilidade flutuando entre os extremos. Por isso precisamos de um trabalho constante de limpeza, para equilibrar os quatro corpos e nos ancorarmos melhor.

O que acontece é que estamos vivendo uma mudança dimensional em um ou nos vários corpos e isso faz um impacto em todo o sistema. A melhor forma de nos harmonizarmos é através da compaixão e do amor por si mesmo. Tenha paciência com teu processo de transformação. Não o controle com o relógio e nem se compare com ninguém. Cada um processa suas próprias mudanças de diferentes ritmos e formas. As pessoas reagem de forma diferente quando as estruturas das polaridades começam a desvanecer-se e quando começam a processar o seu próprio carma. Não há somente uma forma ideal, as possibilidades são múltiplas.

O QUE ACONTECE COM O CORPO FÍSICO

Nosso corpo é baseado no ciclo de carbono e está se convertendo em um corpo de Luz, com base no silício. Alguns trabalhadores da Luz trazem um contrato, um convênio, para ancorar a Luz às densidades de partes determinadas de seus corpos físicos. Alguns trazem Luz ao seu coração, outros aos ossos, outros ativam o funcionamento do cérebro e outros trazem a Luz para o sistema nervoso. Às vezes isto ocorre sem nos darmos conta, mas outras vezes nos produz desconforto. Depende do grau de sensibilidade de cada corpo. Nos dias que virão, cada um de nós seremos muito diferentes e as situações de nossas vidas serão muito distintas a medida que as freqüências aumentam. Temos sentido como o fator tempo tem se alterado e cada vez parece ser mais rápido. O conceito de tempo está se perdendo. O coração da mãe Terra se acelera a medida que suas freqüências sobem, e estamos tratando seguir esse ritmo. Não se trata de sentirmos passar o tempo mais rapidamente e nos envelhecemos. Trata-se de compreender de que estamos aumentando nossa freqüência vibratória porque vivemos em um planeta que está aumentando a sua. Os campos eletromagnético, que aceleram seu giro, as vezes podem te produzir tonturas. Isso é familiar para você?

O que está acontecendo afeta a natureza do espaço e tempo. Afeta as suas relações com a energia e com o corpo. Até os níveis subatômicos de nossos corpos têm que alinhar-se novamente com a Luz e isto nos afeta e podemos sentir. Estamos deixando para trás o espectro planetário que estávamos acostumados e nos movemos a uma freqüência vibratória mais alta, com um nível de magnetismo mais baixo. Naturalmente nos sentimos diferentes. Mas não importa qualquer que seja a sua experiência. Dê as boas vindas às mudanças! Estamos mudando. E neste processo de mutação, cada um de nós estará mais perto de sua própria Divindade. Aceite-o, a medida que a resistência cai, e deixamos a densidade partir, os programas velhos deixam de funcionar. Não há nada que temer, Deus nos proverá. Estamos recebendo um novo par de óculos, uma nova consciência, e um corpo novo para vivermos. A verdade que você pediu antes de encarnar na Terra e agora está acontecendo. Todo o arranjo da matéria está mudando. Estamos arrumando uma nova rede eletro-magnética que estão mudando nossos padrões. Nosso sangue está se tornando mais transparente, porque a hemoglobina está passando de uma densidade molecular para outra. Nossos ritmos biológicos estão sendo alterados.

Os campos magnéticos do cérebro estão trabalhando com mais luz, e a força dessa Luz é a que nós estamos nos ajustando. Estamos nos afinando com um código mais perfeito e mais elevado da criação. Esta nova codificação está literalmente reativando nossas partes adormecidas. As freqüências eletromagnéticas que chegam ao planeta estão alinhando o corpo e o cérebro para que possamos nos adaptar a esta fase do plano Divino a qual está passando a humanidade.

TRANSFORMAÇÕES NO CORPO FÍSICO

A cabeça está aumentando de tamanho. O sangue está mudando. As relações de espaço a níveis subatômicos do corpo estão sendo alterados e realinhados para se corresponderem com freqüências universais e multidimensionais. A velocidade de movimento de todas as partículas está mudando, os campos magnéticos do corpo, de cada chakra e das células estão sendo realinhados. É um processo, talvez incomodo e algumas partes do corpo se ressentem mais do que outras. É provável que sinta uma corrente que passa pelo corpo através do centro do tubo prânico. São as ondas de Luz chamadas de "coluna de Metatron".

Esta coluna de Luz é usada pelos mestres para reprogramar seu corpo eletro-magneticamen te. Pode sentir, às vezes, seu calor quando ela atua, um calor que se sente vir de dentro. Pode ter períodos de tempo que se sinta muito cansado. Isto é perfeitamente normal. Quando o arranjo biológico começar para ti, irá senti-lo. Pense que Deus, os mestres, e tua presença EU SOU, estão literalmente transformando seu corpo. Estão aplicando engenharia biomolecular aos circuitos de seu cérebro. A Luz estará chegando a todos os circuitos do corpo para reestruturar as moléculas e acelerar os seus biorritmos. Novos conhecimentos estão se tornando mais accessíveis ao nosso cérebro. Esta ocorrendo mudanças também em nossa pele. É o começo da transmutação biológica de nossa forma.

DESCRIÇÕES DAS MUDANÇAS DO CORPO

Sentem que o calor vem do centro do corpo.

Seu sistema nervoso está sendo reestruturado. Com essas mudanças pode acontecer que sinta dores e desconforto. Para o sistema nervoso as mudanças são particularmente intensas.

Teus ossos também emanam uma corrente de vibração diferente. Às vezes sente dor dentro da medula dos ossos a medida que estão trocando a corrente. A estrutura do esqueleto vai mudar cada vez mais, porque sua conformação atual não é capaz de assimilar energias que chegam com freqüências cada vez mais altas. Com essas mudanças os ossos se acomodarão mais para processá-las. Terão que se adaptar a uma velocidade de rotação mais acelerada. Os ossos do corpo, são os fosseis que guardam nossas recordações. Ao mudar os ossos, também mudará a nossa história pessoal. Talvez a mudança maior que sintamos seja nos ossos.

Podemos às vezes nos sentir muito cansados. E este cansaço pode aparecer repentinamente. Nossa realidade, como a conhecíamos, está sendo trocada e esta é uma atividade, que mesmo que não percebamos, cansa muito o corpo. Mas é Deus orando por nós. Se dê permissão para descansar sempre que sentir necessidade.

Dores de cabeça e desorientação. Palpitações na parte de trás da cabeça (talo cerebral) onde a cabeça se une ao pescoço. Pode ser que o circuito Urim (que falam as Chaves de Enoch) esteja sendo instalado no cérebro? Este é um circuito que nos conecta o oitavo chakra com o sétimo. Esta conexão habilita nossa matéria para receber e logo ser INTELIGENCIA SUPERIOR. Estaremos sendo estimulados em nosso centro de memória, atrás da cabeça, para recordar nossas experiências em outros níveis do ser? Estamos sendo reconfigurados passo a passo para receber e codificar Luz, calor, e sons de uma forma nova? Eu creio que sim.

Pode haver dores em todo o corpo. A nível emocional, todas as emoções guardadas, os medos e negatividades começam a surgir para serem limpos. A raiva se mostrará e logo depois desaparecerá. Essas mudanças nos quatro corpos podem ocorrer muito rapidamente. Temos que saber que a chave da transformação está no contato e na conexão que temos com o nosso Corpo Crístico. O Corpo Crístico é o cume da pirâmide de nossos corpos e precisa se integrar, ancorar, e ativar antes que a nova criação se complete.

Está ocorrendo também mudanças em nossos sentidos, principalmente na visão e audição. Quando as mudanças nos ouvidos começam, poderá se sentir tonto e afetar o seu equilíbrio. Também poderá escutar um som característico e que incomoda. A vista também se altera e às vezes pode ficar com a visão embaçada. Isto causa movimentos momentâneos. Tudo isso incomoda, mas lembre-se que está havendo muita transformação em você. O véu da visão interna esteve coberto por toda uma era, e agora está abrindo para você. Estamos em transição, caminhando entre mundos, simultaneamente mudando nossa consciência, nossos corpos, e nossa realidade. Arranje tempo para praticar meditação regularmente. Isto lhe porá em contato consigo mesmo e ajuda muito o processo.

Nosso cérebro está passando por muitas transformações, Muitas de suas funções se perderam quando ocorreu a caída, e o corpo humano se condensou em uma freqüência mais baixa. Agora a glândula pineal está sendo ativada e está crescendo, e também a glândula pituitária e ambas estão sendo conectadas a nível etérico para nos levar a estados de consciência mais elevados. A glândula pineal está recobrando seu alinhamento com nossa natureza divina. Devido a esse processo pode haver muita dor no centro da cabeça. Os espaços inter celulares sentem dores quando são alcançados pelas novas freqüências de Luz. Está acontecendo a bio-reestruturaçã o dos circuitos que trabalham no cérebro. As mensagens de Luz e Amor não são só pensamentos, são impulsos elevados que estão reordenando os sistemas viventes de Luz no cérebro. A imagem de Deus está sendo re-definida em todos nós. E tudo muda com essa nova ordem. O cérebro necessita passar por vários níveis de aceleração para poder chegar a aceitar o conhecimento evolucionário e a compreendê-lo. O computador do cérebro tem que ser re-estruturado e re-configurado para adquirir a possibilidade de comandar novas formas de transmissão e criação.

AS DORES INTENSAS

Nossa matéria está sendo eletrificada com o fogo do espírito e estamos sendo transformados em uma nova forma física portadora de energias mais refinadas. Mas a dor que acompanha esse processo pode ser intensa para alguns. Os mestres dizem que este é um preço muito pequeno para pagar por um presente transcendental e divino. Naturalmente, muitos não se sentem prontos para suportar a amplitude da dor que podem experimentar. Necessitamos sentir a intensidade da dor para desenvolver compaixão por nós mesmos, para não repetir mais essa dança de densidade novamente. Por isso a mudança inclui irremediavelmente alguma dor. Há pontos específicos de dor no corpo, que correspondem aos pontos de coordenação para a assimilação de energia. Se sente dor, pense nisso.

Estou me convertendo em um coração de cristal.

Eu sou um cérebro de cristal.

Eu sou um transmissor dos anjos.

Entregue-se nas mãos de Deus e receba com gratidão o presente que pediu!

A humanidade está passando por uma emergência fisiológica, e cada um de nós sentirá a mudança de célula por célula, porque cada célula é um holograma que reflete todo o corpo. Estamos em um processo de limpar e apagar o conteúdo de nossos arquivos, isto é: informação genética, padrões kármicos, crenças ancestrais, padrões de pensamento e limitações do passado. Mas nossas células e nosso DNA, também contém a informação da pomba da paz. Quando deixamos partir a codificação anterior, nossa fisiologia mudará. Se cada célula muda, nós também mudaremos. A medida que isto ocorre, nosso corpo se tornará mais transparente e luminoso. Pode acontecer que haja uma guerra, confusão ou lutar entre as células ou partes nós mesmos antes de chegar a adaptação do novo. Por exemplo, provavelmente devemos comer, porque teremos cada vez menos necessidade de alimento e isso não é fácil de aceitar. Se te encontras no meio dessa luta então acredite e chame para lhe ajudar a presença EU SOU. Em seguida peça ajuda ao Deva de seu DNA e de tuas células. Trabalha com tua mente subconsciente. Pense que cada uma de suas células tem um anjo que te ama. Tudo isto é trabalho de integração da Deusa a níveis celulares.

É o Céu se integrando com a Terra. Chame pela vibração da Verdade em cada célula e veja como elas se transformam. Fale a elas com respeito, porque são inteligentes e trabalham a seu favor. Quando uma célula muda, ela transmite impulsos de informações que são geometrias infinitesimais, encarregadas de levar com vitalidade à outras células ou de transmiti-las às outras pessoas. A cooperação é o segredo de integrar a Deusa. Deve estar a cargo de sua própria transformação. Manter um equilíbrio dos quatro corpos neste momento, é a nossa tarefa mais importante. Devemos observar que tipo de energias colocamos em nossos pensamentos e sentimentos e em nossas palavras e ações. Que tipo de energias colocamos quando cozinhamos e comemos. Não vamos conseguir dar um salto quântico de transformação carregando na bagagem nossos velhos valores. Retire o medo e acredite que a mudança será a única realidade que não poderá ser evitada. Então dê as boas vindas! Tudo o que precisamos fazer é estarmos abertos para receber e prontos para dar quando assim será pedido.

NÃO JULGAR OS OUTROS

Há um mito que tem grande força no movimento da "Nova Era". Diz que: "Cada um cria a sua própria realidade". Se sentes dor, você mesmo a criou ou está resistindo algo ou se aferrando em algum apego. Estas teorias, seguramente, têm uma aplicação em outras circunstâncias. O que ocorre é algo completamente diferente. Não conhecemos de antemão as experiências que estamos vivendo, por isso é melhor não assumirmos nada, porque pode não ser certo. Alguns de nós, temos corpos muito sensíveis, e são assim por algum propósito. Outros têm que viver o processo de ascensão conscientemente, com todos os seus detalhes, para logo poder ajudar e ensinar aos grupos que virão atrás, ou para escrever o Livro do Conhecimento do Planeta Ascendente. Podemos servir a Luz em uma melhor forma quando aprendemos a não julgar, a não explicar as coisas com critérios antigos do passado, os aplicando ao que está ocorrendo agora, o que é totalmente novo. Sejamos humildes.






*Canal telepático de mestres e arcanjos. Mestra espiritual e autora especializada no tema de Ascensão e da ativação dimensional. Toda a informação contida neste texto foi sintetizada dos relatos dos Seres Divinos de Luz que lhe fizeram revelações. Mostraram raios em toda a sua cabeça em diferentes ângulos. Ela diz: "Vi todos os nadis como começam a se ativarem e como os circuitos estão sendo afinados de uma nova forma. Pude perceber a reestruturação biológica dentro da cabeça com uma nova disposição de seus corredores e lugares. Me mostraram com raio X as linhas principais de luz, e como algumas estavam ativadas e outras não. Vi que existiam espaços vazios onde a luz começava a chegar. Eram os novos circuitos biológicos que estavam sendo instalados, destinados a expandir a capacidade cerebral da nova humanidade".

Fonte original: www.wistancia.com

* tradução: Dilza Guimarães